Um banco emprestou R$ 200.000, entregues no ato, sem prazo de carência. O empréstimo foi quitado pelo sistema de amortização constante (SAC) em 20 prestações semestrais consecutivas.

Nessa situação, se a taxa de juros do empréstimo foi de 1,5% ao semestre, então o valor da quinta prestação, em reais, foi de

Date: 03/06/2018
200.000 / 20 = 10.000 x 4 = 40.000 200.000 - 40.000 = 160.000 160.000 × 1,5% = 2.400 sabe-se que a prestação sem o juros é de R$ 10.000 10.000 + 2.400 juros = 12.400 prestação total
Date: 03/06/2018

Alguém para explicar ?

Date: 03/06/2018

Vou mostrar como resolver essa questão porem não vou entrar na parte teórica, se ficar com alguma duvida comenta aqui que eu tento ajudar.

Como estamos falando do SAC (Sistema de Amortização Constante), Sabemos que o valor da amortização vai ser constante, ou seja o mesmo valor amortizado todo período o que no nosso caso é o semestre.

  1. Vamos achar o valor da parcela, Vamos dividir o valor total que foi pego emprestado pelo numero de prestações. ( 200.000/20= 10.000). Ou seja, o valor da amortização constante é de 10.000.
  2. Devemos verificar se a taxa de juros e o tempo de pagamento das prestações estão na mesma unidade. No nosso exercício tanto a taxa como os pagamentos são semestrais, com isso não a necessidade de converter algum dos dois.
  3. Para resolver a questão devemos montar uma tabela do empréstimo, ela deve conter o número de prestações, amortização, juros, prestação, saldo devedor. Começamos a tabela com a prestação zero e com o saldo devedor do empréstimo contraído (200.000)
  4. A segunda linha da tabela vai conter parcela numero 1. Já sabemos que a amortização é constante (10.000). O juros é calculado com base no saldo devedor (200.000 * 1.5% = 3.000). e a prestação é a soma da amortização mais o juros (10000 + 3000 = 13000).
  5. Feito isso basta seguir o raciocínio acima até zerar o financiamento; no nosso caso só precisamos da parcela 5. Fique atento ao calculo do juros pois conforme o saldo devedor é amortizado o juros passa a ser calculado sobre uma saldo menor e consequentemente diminui o seu valor.

número de prestações - amortização - juros - prestação - saldo devedor

0 - - - - 200000

1 - 10000 - 3000 - 13000 - 190000

2 - 10000 - 2850 - 12850 - 180000

3 - 10000 - 2700 - 12700 - 170000

4 - 10000 - 2550 - 12550 - 160000

5 - 10000 - 2400 - 12400 - 15000

6 (essa sequencia continua até quitar o saldo devedor do empréstimo)

A quinta prestação tem o valor de 12.400

Espero ter ajudado