Os teóricos da área costumam afirmar que os documentos de arquivo têm estatuto probatório congênito. Isso significa que tal característica

Date: 03/06/2018
Estatuto probatório congênitos =atividades que os documentos resultam
Date: 03/06/2018

No âmbito do funcionamento de uma instituição, com efeito, os documentos de arquivo não resultam de um gesto especial de atribuição de sentido, como ocorre com os documentos de museu; ao contrário, têm caráter evidencial congênito, isto é, nascem para servir de instrumento ou prova de determinadas ações e são alheios a um eventual uso secundário que deles se possa fazer (=uso histórico).
OU SEJA, Os arquivos são produzidos de forma natural e rotineira, por imperativos de ordem prática, sem qualquer intenção de se transformar em fonte para a história, ou seja, possuem um caráter evidencial congênito, isto é, nascem para servir de instrumentos ou provas de determinadas ações e são alheios a um eventual uso secundário que deles se possa fazer.

Fonte: OS ARQUIVOS DA POLÍCIA POLÍTICA COMO FONTE - Ana Maria de Almeida Camargo (USP – FFLCH – História - (https://edisciplinas.usp.br...