Leia o TEXTO 05 para responder à questão 6.

TEXTO 05

ANDORINHA

Andorinha lá fora está dizendo:

-Passei o dia à toa, à toa.

Andorinha, andorinha, minha canção é mais triste:

-Passei a vida à toa, à toa.

BANDEIRA, M. Andorinha.José Olympio, Rio de Janeiro, 1966

No poema de Manuel Bandeira, foi utilizado um acento grave indicativo da crase entre a preposição “a" e o

artigo “a". Assinale, entre as alternativas a seguir, a única em que a utilização do acento grave seria

obrigatório na palavra sublinhada.

Date: 02/06/2018

Resposta: D)

Dentre as muitas regras de crase, memorize:

a) "... a vereador ...". Não se utiliza crase antes de palavra masculina.

b) "... a sua mão ...". Não se utiliza crase antes de Pronome demonstrativo.

c) "... a Olinda ...". Se eu vou A e volto DA = crase há! Mas se eu vou a e volto De= crase pra quê?

d) "... assitimos ÀQUELE filme ...". Apesar de filme ser um substantivo masculino, a ocorrência da crase é justificada pela transitidade do verbo assistir. Ora, quem Assiste, assiste A (algo/alguém). Portanto, a junção da preposição A + aquele/a/o = Àquele/a/o, mesmo diante de palavra masculina. Ok?

e) "... a esperar ...". Não se utiliza crase antes de verbo.

Date: 02/06/2018

Aderleno, seria pronome possessivo na b, certo?

Fiquei com duvida se "a bala" teria crase e fui ver:

" O uso da crase torna-se optativo quando se referir a locuções adverbiais que representem meio ou instrumento.
Exemplos:
O marginal foi morto a bala pelos policiais. (Poderíamos dizer que ele foi morto a tiro) "

Date: 02/06/2018

Colega Aderleno

a) a palavra grifada se refere ao trecho: ...vereador foi morto a bala. Não ocorrendo crase pelo substantivo masculino morto.

b) "sua" é pronome Possessivo feminino. Sendo facultativo o uso da crase.

No restante, ótima explicação.

Força, Guerreiro!

Date: 02/06/2018

Resposta correta "D", justificativa: Regência do verbo assistir, que exige preposição "a", mais a palavra (pronome demonstrativo), "aquele", e quanto à crase, também observa-se que é empregada diretamente na palavra, "àquele", por já se iniciar pela vogal "a".

Date: 02/06/2018

b) Minha filha, quero que você entregue a sua mão a alguém que mereça

Neste caso, o uso de crase antes de "sua" não é facultativo porque "a sua mão" é o objeto direito, portanto o termo regente não exige preposição. O verbo entregar é TDI: quem entrega, entrega algo a alguém. Por isso "alguém" é seu OI. Aí sim tem preposição, mas não tem artigo antes do pronome alguém.

Date: 02/06/2018


Date: 02/06/2018

Só complementando o colega : 'AQUELE'' é pronome demonstrativo , portanto é errado falar que ele e substantivo e também errado falar que não se usa crase antes de pronome demonstrativo.. Bons estudos a todos colegas

Date: 02/06/2018

Resposta letra (d). Justificativa: Substitua os demonstrativos Aqueles(s), Aquela(s), Aquilo por A este(s), A esta(s), A isto; mantendo-se a lógica, haverá crase. Ex.:Ele fez referência àquele aluno ou a este aluno. Não entregarei isso àquela turma, ou a esta turma. Professor Zambeli.

Date: 02/06/2018

Que Deus abençoe cada um.

Date: 02/06/2018
Vamos lá:

a)Nas últimas eleições em Guapimirim, no RJ, um candidato a vereador foi morto a bala. (não é obrigatório pois não tem nenhum termo pedindo a preposição A. Alguém foi o quê? morto. A facada, a bala não importa. Não tem preposição.

b) Minha filha, quero que você entregue a sua mão a alguém que mereça! (antes de pronome possessivo - sua - a crase é FACULTATIVA, salvo se o pronome tiver função de pronome substantivo, ou seja, o pronome não está indicando posse e sim retomando algum termo: Gosto da bolsa dela, mas não da sua (bolsa). Portanto, NÃO É CASO OBRIGATÓRIO e, sim, FACULTATIVO.

c) No dia em que ela chegou de João Pessoa, nós fomos a Olinda, ao Alto da Sé. (não se usa crase em termos masculinos ou que não aceitam o artigo. Logo: quem vai a Olinda, volta de Olinda. Salvo, se a Olinda em questão fosse especificada, aí, sim, poderia ser usado a crase, porque não seria qualquer Olinda, mas uma Olinda específica. Portanto, NÃO É CASO DE CRASE.

d) Assistimos aquele filme premiadíssimo no último final de semana. (quem assiste, assiste (vê) A algo - exige preposição. O pronome demonstrativo aquele, já possui o A. Logo preposição : assistimos àquele (a + aquele) filme.

e)Passei o dia inteiro a esperar por ti, agora que chegaste, temos que conversar. (antes de verbo, NÃO SE USA CRASE!! Se for verbo, NÃO PODE CRASE!!!).


Gabarito: LETRA D!

Date: 02/06/2018
  • a)Nas últimas eleições em Guapimirim, no RJ, um candidato a vereador foi morto a bala.
  • b)Minha filha, quero que você entregue a sua mão a alguém que mereça!
  • Observação: é facultativo o uso da crase diante de pronomes possessivos femininos porque é facultativo o uso do artigo.
  • Diga a sua irmã que estou esperando por ela.
    Diga a seu irmão que estou esperando por ele.
    Diga à sua irmã que estou esperando por ela.
    Diga ao seu irmão que estou esperando por ele.

  • c)No dia em que ela chegou de João Pessoa, nós fomos a Olinda, ao Alto da Sé.
  • quem vai a.... volta de... crase pra quê?
  • d)Assistimos aquele filme premiadíssimo no último final de semana.
  • assistir = ver. Assistimos a + alguma coisa
  • e)Passei o dia inteiro a esperar por ti, agora que chegaste, temos que conversar
  • ANTES DE VERBO NÃO TEM CRASE
Date: 02/06/2018

Para mim esta questão seria passível de anulação, visto que a opção A estaria correta, visto que à bala é uma locução feminina.

exemplo:

recebeu a bala (alguém ganhou uma bala, um doce ou alguém levou um tiro?) para evitar ambiguidade, usa-se a crase.

Date: 02/06/2018

Eu me confundi todo com a Letra A...

morto a bala ? não seria morto á bala...

alguém pode explicar ?

Date: 02/06/2018

A letra "A" esta incorreta porque não se usa crase em expressões adverbeiais de instrumentos.

Date: 02/06/2018

usa-se crase em expressões de modo e circunstância, principalmente quando há a possibilidade de ambiguidade. Eu também acho que deveria ser anulada.

...morto à bala. (modo como morreu).

Date: 02/06/2018
corrigindo o comentário do amigo aderlno, pode colocar craseem pronome possessivo sim. exemplo: refiro-me às suas idéias
Date: 02/06/2018

Para saber se nos pronomes demonstrativos Aquele, Aquela e Aquilo usa crase basta substitui-los respectivamente por "A este, A esta e A isto", se for possível substituir então terá crase.

na Alternativa D : Assistimos aquele filme premiadíssimo no último final de semana.

substituindo: Assistimos a este filme....

Date: 02/06/2018

a questão ficou estranha

o vereador foi morto como? a bala

adjunto adverbial de modo acho que cabe crase ai

Date: 02/06/2018

"a bala" é locução adverbial de modo ou instrumento?