O Questões Grátis disponibiliza mais de 600 MIL questões, de forma GRATUITA e SEM LIMITAÇÕES.

Instale o App Questões Grátis e estude melhor! No App você pode salvar os filtros, gerar estatísticas, e muito mais. Os botões para baixar o App se encontram no topo do site.

Logo abaixo você encontra milhares de questões. Para refinar sua busca, aplique os filtros desejados (buscar por disciplina, banca, cargo, ano...). Caso deseje excluir os filtros, clique em “Limpar Filtro”.

Para estudar, aplique os FILTROS abaixo:

Acerca dos princípios e conceitos arquivísticos, julgue os itens a seguir.

O princípio da unicidade indica que o documento de arquivo é único. Dessa forma, o documento original se opõe as suas cópias.

Date: 30/05/2018

O princípio da unicidade diz que cada documento possui caráter único pela forma que foram produzidos (em dias, circunstâncias e por pessoas diferentes. E não por serem diferentes de suas cópias.

Date: 30/05/2018

A unicidade é a característica segundo a qual, independentemente de forma, gênero, tipo ou suporte, os documentos de arquivo conservam seu caráter único, em função do contexto em que foram produzidos. Ainda que se trate de cópias ou exemplares múltiplos, cada documento assume um lugar único na estrutura do conjunto ao qual pertence, definido pelo papel que cumpriu dentro das funções da instituição que o acumulou.

Gabarito E

Date: 30/05/2018

Pra se entender de forma clara e simples o principio da unicidade, imagine a seguinte situação (História contada por um professor):

Uma mulher teve sextuplos.

Ai uma pessoa diz: você tem muito filhos, já que são todos iguais doa 4 e fica com dois.

Bom essa é uma História ilustrativa, mas entenda mesmo que sejam seis filhos iguais, ela jamais dará seus filhos, pois cada um tem um valor próprio.

O principio da Unicidade não tem relação alguma com quantidade e sim com o valor próprio de cada documento, mesmo que você tenha vários iguais, cada um tem o seu valor.

Date: 30/05/2018

Uma simples cópia de um documento de arquivo não desconfigura seu caráter ÚNICO,

uma vez que ela possuirá todas e exatamente as mesmas informações do original.

Date: 30/05/2018

Embora o princípio da unicidade indica que o documento de arquivo é único, não quer dizer que não pode haver cópias dos documentos.

Considerando as políticas públicas de arquivo, julgue os próximos itens relativos à legislação arquivística.

As políticas públicas arquivísticas não podem assumir características setoriais.

Date: 30/05/2018

Claro que podem, assumem característica setoriais quando são acumulados documentos em seus setores por exemplo, formando arquivos setoriais correntes.

A respeito de sistemas e redes de arquivo, julgue os itens subsecutivos.

Não compete ao Sistema Nacional de Arquivos (SINAR) a implementação da política nacional de arquivos privados.

Date: 30/05/2018

Errada!

Pois compete a SINAR a implementação da política nacional tanto para os arquivos públicos quanto para os privados.

Date: 30/05/2018

Compete ao SINAR a implementação da política nacional de arquivos privados.

A propósito do diagnóstico da situação arquivística e da realidade arquivística brasileiras, julgue os itens que se seguem.

O diagnóstico minimalista é realizado a partir da observação dos arquivos de organizações.

Date: 30/05/2018

Segundo LOPES, existem duas abordagens de diagnóstico:

  • MAXIMALISTA - diagnóstico feito a partir de uma visão geral e da instituição.
  • MINIMALISTA - diagnóstico feito a partir de uma visão mais específica da instituição/setores de trabalho.

Acerca da classificação de documentos de arquivo, julgue os itens a seguir.

Em um nível de classificação, pode haver várias unidades de classificação.

Date: 30/05/2018

Com a técnica de classificação, os documentos poderão ser melhor agrupados, recuperados e apagados em uma posterior consulta. Seu objetivo é dar agilidade à recuperação dos arquivos, bem como a sua avaliação, seleção, exclusão, troca, devolução e acesso aos documentos.

Na classificação por assuntos (funções, atividades e espécies e tipos documentais), os documentos são agrupados de acordo com um mesmo tema. Eles seguem uma hierarquia e são organizados conforme as funções e atividades de cada órgão.

Nessa hierarquia, códigos numéricos são atribuídos a cada documento segundo a hierarquia funcional do órgão que é definida por meio de classes, subclasses, grupos e subgrupos e tomando como critério do tema mais geral para o mais particular.

Assim, em um nível de classificação, pode haver várias unidades de classificação.

No que diz respeito à avaliação de documentos de arquivo, julgue os itens a seguir.

A amostragem documental pode ser utilizada para documentos destinados à eliminação e para conjuntos definidos como de guarda permanente.

Date: 30/05/2018

A amostragem é utilizada, na prática, para fazer um diagnóstico da documentação, por exemplo. Isso independe da documentação ser de guarda permanente ou não.

O diagnóstico em arquivos é a análise dos processos, métodos e recursos utilizados para que os arquivos executem suas funções. O diagnóstico deve verificar as condições para a implantação de um arquivo, as falhas na execução de um processo em arquivo já implantado ou, caso não existam falhas, apontar mudanças a serem adotadas para tornar seus serviços mais eficientes.

Pode ser o diagnóstico minimalista ou maximalista.

Fases:

1 - Levantamento do Histórico da Instituição

2 - Levantamento do Acervo

Em relação ao recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos, julgue os itens subsecutivos.

Os documentos sigilosos enviados ao MPU devem ser registrados a partir dos mesmos metadados dos documentos de arquivo ostensivos.

Date: 30/05/2018

Documento ostensivo: trata de assunto sem qualquer restrição legal de acesso, cuja divulgação não prejudica a administração.

Documento sigiloso: aquele que, pela natureza de seu conteúdo informativo, deva ser de conhecimento restrito e, portanto, requeiram medidas especiais de salvaguarda para sua custódia e divulgação.

Metadados: capaz de conceder um significado a um arquivo que será disponibilizado para outros utilizadores, podendo ser usado como fonte de pesquisa.

Um metadado de documento ostensivo poderá servir como fonte de pesquisa, algo que não poderá ocorrer com documentos sigilosos.

Portanto > ERRADO

Em relação ao recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos, julgue os itens subsecutivos.

O arquivamento pode ser feito não apenas pelas unidades político-administrativas da organização que acumulam os documentos, mas também pelo setor de protocolo.

Date: 30/05/2018

Entraram com recurso contra esta questão, mas pelo que vi o gabarito não foi alterado.

Recurso: O comando da questão afirma que o arquivamento de documentos é também é realizado pelo protocolo. No entanto, tal atividade não é de competência do protocolo, mas sim dos setores de trabalho e também do arquivo central . Conforme Marilena Leite Paes, em sua obra denominada Arquivo Teoria e Prática, pág. 56, e ainda conforme o Dicionário Brasileiro de Terminologia Arquivística, pág. 140, o protocolo "é o Serviço encarregado do recebimento, registro, classificação, distribuição, controle da tramitação e expedição de documentos. Conforme a bibliografia supracitada conclui-se que o arquivamento não é uma das atividades realizadas pelo protocolo, por isso o gabarito deve considerado "errado".

Date: 30/05/2018

GABARITO CERTO...Acredito que a questão não foi taxativa, ela diz que o protocolo (pode arquivar)... , não que compete ao protocolo...., QUESTÃO CESPE...

Date: 30/05/2018

O protocolo arquiva seus próprios arquivos não podendo arquivar arquivos de outros setores.

Date: 30/05/2018

A questão é bem subjetiva e pode levar ao erro. Segundo a professora Daliane Silvério, o setor de protocolo não arquiva os documentos da instituição em geral, mas sim seus próprios documentos assim como, cada setor tem a responsabilidade para com seus documentos. Como a CESPE considerou correto acredito que se trate deste tipo de arquivamento.

Acerca das funções arquivísticas, julgue os itens que se seguem.

O recolhimento adequado dos documentos de arquivo, feito pelos arquivos intermediários, é resultado de uma verificação segura da passagem desses documentos pelas três fases arquivísticas.

Date: 30/05/2018

Os documentos são transferidos para o arquivo intermediário e não recolhidos. O recolhimento é feito somente para guarda permanente

Date: 30/05/2018

Alem do que, a questaão esta muito mal elaborada, mesmo estando errada, nao deu para entender nada. Recolhimento e transferencia e a passagem de uma fase a outra, arquivo faz recolhimento ou transferencia???

Date: 30/05/2018

O recolhimento dos documentos pode ser feito tanto nas fases corrente quanto intermediária!

Quando um documento está no arquivo corrente, decorrido seu prazo de guarda nessa fase, ele poderá ser eliminado, transferido ao arquivo intermediário ou recolhido ao arquivo permanente.

Quando um documento está no arquivo intermediário, decorrido seu prazo de guarda nessa fase, ele poderá ser eliminado ou recolhido ao arquivo permanente.

Date: 30/05/2018

Se o documento está na fase intermediária e será recolhido, ou seja, irá para a fase permanente, necessariamente ele passou pelas 3 fases! Que questão esquisita...

Date: 30/05/2018

O erro da questão esta em afirmar que o documento já passou pelas 3 fases, pois quando na

Date: 30/05/2018

Concordo com a Carina Bissoli, pois o recolhimento para a fase permanente dar-se-á após ter passado pelas três fases.
Ora, não dá pra recolher um documento ignorando uma delas (as fases corrente, intermediária e permanente).

Além do mais, a questão diz o seguinte: "O recolhimento adequado dos documentos de arquivo, feito pelos arquivos intermediários..."
Está falando que o recolhimento é feito pelo arquivo intermediário, e não para o arquivo intermediário. Porque se fosse para, teria que ser transferência, uma vez que se transfere da fase corrente para a intermediária.Minha dedução é essa para o gabarito ser de resposta CERTA, mas Cespe é Cespe, né...

A respeito da função descrição, julgue os itens a seguir.

Uma das referências para a recuperação da informação nos arquivos correntes é o plano de classificação.

Date: 30/05/2018

"O código de classificação de documentos de arquivo é um instrumento de trabalho utilizado para classificar todo e qualquer documento produzido ou recebido por um órgão no exercício de suas funções e atividades." CONARQ

A classificação define a organização física dos documentos arquivados, constituindo-se em referencial básico para sua recuperação.