O Questões Grátis disponibiliza mais de 600 MIL questões, de forma GRATUITA e SEM LIMITAÇÕES.

Instale o App Questões Grátis e estude melhor! No App você pode salvar os filtros, gerar estatísticas, e muito mais. Os botões para baixar o App se encontram no topo do site.

Logo abaixo você encontra milhares de questões. Para refinar sua busca, aplique os filtros desejados (buscar por disciplina, banca, cargo, ano...). Caso deseje excluir os filtros, clique em “Limpar Filtro”.

Para estudar, aplique os FILTROS abaixo:

Analise as proposições abaixo, acerca dos conceitos do Eletromagnetismo e suas grandezas. I. Indutância é a capacidade do indutor em armazenar energia magnética por meio do fluxo F criado por uma corrente IL. Ela é diretamente proporcional à quantidade de linhas de fluxo magnético geradas por uma bobina e inversamente proporcional à intensidade de corrente que percorre essa bobina. É medida em Henry. II. Permeabilidade Magnética µ é a grandeza que indica quantas vezes um material conduz melhor as linhas do campo magnético em relação ao vácuo. Ela independe do tipo de material empregado no núcleo, pois é uma função da intensidade de campo magnético H. III. Histerese magnética é o fenômeno que acontece quando, mesmo aumentando o fluxo, a densidade magnética não aumenta mais. Por isso, representa uma perda nos materiais ferromagnéticos. IV. Relutância é a oposição oferecida pelo conjunto formador do caminho magnético à passagem do fluxo magnético. Ela é inversamente proporcional à permeabilidade e diretamente proporcional ao comprimento do material condutor das linhas de fluxo magnético. V. A curva de magnetização, conhecida como curva B-H, é usada para mostrar a quantidade de densidade de fluxo B decorrente de um aumento na intensidade de campo magnético H, para um material condutor de linhas de campo magnético. Nela, fica clara a dependência do valor de indução magnética B com a permeabilidade do material empregado no núcleo, no que diz respeito à saturação, retentividade (ou remanência) e força coerciva do material. Estão CORRETAS as proposições

Uma subestação possui 04 transformadores de potência, tecnicamente idênticos, mesmos dados

de placa, com uma distribuição de carga mensal de tal forma que o primeiro opera com 100% e,

o segundo, com 90% das suas capacidades nominais; o terceiro e o quarto operam,

respectivamente, com 40% e 60%, ou seja, todos funcionam isoladamente, conforme a Figura

06 abaixo. A perda total da subestação, relativa aos enrolamentos primários e secundários, será

de

2017_01_13_5879013b479b3.PNG

Date: 02/06/2018

alguém sabe como responder?


Os números da figura abaixo estão em µF. Pode-se afirmar que a capacitância total desse

circuito será de

2017_01_13_587901fc325dd.PNG

Date: 02/06/2018

Alguem sabe como resolver?


Date: 02/06/2018

faz a soma pelo produto de 12 com 12 =6 soma pelo produto de 18 com 9 = 6 ficando tudo em paralelo e depois soma todos, pois capacitores em paralelo soma.....15 letra E

Date: 02/06/2018

faz o ,calculo semelhante ao usado em circuitos paralelos de resistores,do fim

para o incio.espero ter ajudado.

Um baixo fator de potência em uma instalação elétrica pode ocasionar aumentos das perdas

elétricas. Estas perdas podem ser atenuadas com a correção deste fator de potência. Supondo

que se deseje corrigir o fator de potência de um determinado circuito elétrico para

√3 / 2. e sabendo-se que a carga tem uma impedância equivalente 2017_01_13_58790251e2a23.PNG e está sendo alimentada

com uma tensão de 220V/60Hz, qual será o valor da potência reativa capacitiva necessária para

realizar essa correção? Marque a alternativa CORRETA. Considere

√3 = 1,7 e √2 = 1,4.

No circuito esquematizado na Figura 11, considere que todos os valores apresentados nas

resistências são medidos em Ohm's, e que o voltímetro (V ) e o amperímetro (A ) são

indicadores analógicos ideais. Em relação ao momento em que o amperímetro indicar uma

corrente de 3,0 Ampères, analise as afirmativas abaixo:

2017_01_13_587903040947c.PNG

I. A indicação do voltímetro será de 9,0 Volts.

II. No resistor de 2,0? a tensão será de 9,0 Volts.

III. A potência dissipada no resistor de 6,0? será de 13,5 Watts.

IV. A potência dissipada no resistor de 3,0? será de 18,0 Watts.

V. A potência dissipada no resistor de 2,0? será de 9,0 Watts.

Estão CORRETAS as afirmativas

Date: 02/06/2018

Acredito que a questão tem um erro:
1 - No Resistor de 3 ohms a corrente é 3A, portanto a tensão em cima dele é 9 Volts. E a potência é P=v*i = 9*3 = 27W
2 - No resistor de 6 ohms por estar em paralelo com o de 3ohm a tensão também é 9 Volts. E a corrente é I = V/R = 9/6 = 1,5A. A potência é P=v*i = 9*1,5 = 13,5A

3 - Pela soma das correntes no nó que tem a junção dos 3 resistores temos que a corrente no Resistor 2 é de 4,5A (Somatório das 2 anteriores) e portanto a tensão em cima dele é de 9 Volts. E a potencia será P=V²/R = 81/2 = 40,5W


Portanto temos correto somente a II e III

Date: 02/06/2018

se fizermos os cálculos conforme a relação usada em circuitos mistos esta questão apresenta erro.

Leia os TEXTOS 06 e 07 para responder à questão 7.

TEXTO 06

GAROTA DE IPANEMA

Olha que coisa mais linda

Mais cheia de graça

É ela menina

Que vem e que passa

Num doce balanço

A caminho do mar

Moça do corpo dourado

Do sol de Ipanema

O seu balançado é mais que um poema

É a coisa mais linda que eu já vi passar

Ah, por que estou tão sozinho?

Ah, por que tudo é tão triste?

Ah, a beleza que existe

A beleza que não é só minha

Que também passa sozinha

Ah, se ela soubesse

Que quando ela passa

O mundo inteirinho se enche de graça

E fica mais lindo

Por causa do amor (3x)

Por causa do amor (2x)

Ah, se ela soubesse

Que quando ela passa

O mundo inteirinho se enche de graça

E fica mais lindo

Por causa do amor (3x)

Disponível em:.Acesso:08.out.2016.

2017_01_13_5878c0d5ef401.PNG

A partir da leitura e análise dos TEXTOS 06 e 07, julgue as proposições a seguir.

I.A intertextualidade é garantida, sobretudo, pela paródia, no outdoor da Hortifruti, de um

trecho da música “Garota de Ipanema".

II.As imagens utilizadas no segundo plano quebram o caráter intertextual proposto no

anúncio publicitário.

III.O slogan “Entre no ritmo da Hortifruti" ganha sentido a partir do diálogo entre a campanha

e a composição musical.

IV.Não se pode afirmar que há uma intertextualidade explícita, pois não há uma

intencionalidade latente na referência à música de Tom Jobim e Vinícius de Moraes.

V.A intertextualidade com “Garota de Ipanema" não é encontrada na superfície textual do

outdoor, ocorre, portanto, o que se denomina de intertexto implícito.

Estão CORRETAS, apenas, as proposições

Date: 02/06/2018

Intertexto é a relação que há entre os textos. Ou seja, um deles traz elementos que se relacionam com o outro texto.

Com isso a imagem da praia de Ipanema ao fundo (segundo plano) no outdoor + paródia demostram tamanha é a intertextualidade explícita. Isso torna as assertivas II, IV, V erradas.

Date: 02/06/2018

Essa foi difícil mas basta presta atenção a alternativa IV claramente está errada elimina todas as demais que tem essa opção e vejam a V também parece muito contraditória.. então foi assim que eu deduzir.

Date: 02/06/2018

Não achei tão difícil.

Date: 02/06/2018

Significado de Intertextualidade:

É a relação que se estabelece entre dois textos quando um deles faz referência a elementos existentes no outro. Esses elementos podem dizer respeito ao conteúdo, à forma, ou mesmo forma e conteúdo e entre dois textos quando um deles faz referência a elementos existentes no outro. Esses elementos podem dizer respeito ao conteúdo, à forma, ou mesmo forma e conteúdo
Date: 02/06/2018

I.A intertextualidade é garantida, sobretudo, pela paródia, no outdoor da Hortifruti, de um trecho da música "Garota de Ipanema".

Verdadeira. Influência de um texto sobre outro que o toma como modelo ou ponto de partida, e que gera a atualização do texto citado. O segundo texto tomou o modelo do primeiro.

II.As imagens utilizadas no segundo plano quebram o caráter intertextual proposto no anúncio publicitário.

Falsa. As imagens descrevem o ambiente da musica

III.O slogan "Entre no ritmo da Hortifruti" ganha sentido a partir do diálogo entre a campanha e a composição musical.

Verdadeira. Referencia ao ritmo musical

IV. Não se pode afirmar que há uma intertextualidade explícita, pois não há uma intencionalidade latente na referência à música de Tom Jobim e Vinícius de Moraes.

Falsa. Pois há uma intertextualidade explicita. Na intertextualidade explícita, ficam claras as fontes nas quais o texto baseou-se e acontece, obrigatoriamente, de maneira intencional.

V. A intertextualidade com "Garota de Ipanema" não é encontrada na superfície textual do outdoor, ocorre, portanto, o que se denomina de intertexto implícito.

Falsa. Há a ocorrência da intertextualidade explicita. A intertextualidade implícita pedem de nós uma maior capacidade de realizar analogias e inferências, fazendo com que o leitor reative conhecimentos preservados em sua memória para então compreender integralmente o texto lido.

Date: 02/06/2018

lendo com bastante atenção da pra resolver, mas no corre da prova essa questão ficou complicada

Date: 02/06/2018

Resultado de imagem para intertextualidade

Para construir uma bola de futebol, costura-se gomos de um material sintético mais resistente e

leve do que o couro, que era utilizado anteriormente. Para a Copa do Mundo de Futebol de

1970, a Adidas criou o formato que, atualmente, associamos ao de uma bola de futebol. Ele é

composto por gomos com forma de pentágonos e hexágonos regulares, com lados de mesma

medida. São utilizados 20 hexágonos e 12 pentágonos para construir uma bola.

2017_01_13_5878c1cae0c77.PNG

Sabendo que são necessários 25cm de linha para unir dois gomos (um lado de um hexágono

com um lado de um pentágono ou outro hexágono), quantos metros de linha são necessários

para costurar a bola inteira?

Date: 02/06/2018

20 hexágono (6 lados)

12 pentágono (5 lados)

20 x 6 = 120

12 x 5= 60

total= 120+60 = 180 / 2 (dois gomos - 25 cm linhas)= 90 gomos x 25 cm de linhas= 2250 cm (2250/100cm) ou 22,50 m

Date: 02/06/2018

São 20 hexágonos (6 lados) / 12 pentágonos (5 lados).

20 hexágonos x 6 lados = 120

12 pentágonos x 5 lados = 60


120+60 = 180

Pega o 180 e multiplica pelos 25 centímetros ---> 4500

Em seguida, distribui esses centímetros (dividindo) para os 2 gomos = 2250 cm. Que é o mesmo que 22,5 metros

Date: 02/06/2018

Fiz um pouco diferente mas chegou no mesmo resultado:

25 cm cobrem / 2 lados (1 lado hex +1 lado pent) = 12,5 cm para cada figura Hexag/Pentag

então:

Para descobrir quantos centímetros de linha precisa pra cobrir o hexágono usei

12,5 x 6 = 75,0

-> Como são 20 Hexágonos: 75,0 x 20 = 1500,0

Para descobrir quantos centímetros de linha precisa pra cobrir o pentágono usei

12,5 x 5 = 62,5

-> Como são 12 Pentágonos: 62,5 x 12 = 750,0

Somando os dois resultados: 1500,0 + 750,0 = 2250,0

Apesar de ser um caminho mais complicado, não deixa de ser uma alternativa e uma forma diferente de fazer!

Espero q tenha ajudado!



Date: 02/06/2018


Date: 02/06/2018

Some todos os lados:

20 X 6 = 120

12 X 5 = 60

Total: 180 laterais.

Quando vc costura uma lateral automaticamente está ligando ela à lateral de outro gomo. Logo cai pela metade

90 x 25 cm = 2250 cm ou 22,5 m.

;)

Leia o TEXTO 02 e responda à questão 2.

TEXTO 02

INFÂNCIA

Meu pai montava a cavalo, ia para o campo.

Minha mãe ficava sentada cosendo.

Meu irmão pequeno dormia.

Eu sozinho menino entre mangueiras

lia a história de Robinson Crusoé,

comprida história que não acaba mais.

No meio-dia branco de luz uma voz que aprendeu

a ninar nos longes da senzala – e nunca se esqueceu

chamava para o café.

Café preto que nem a preta velha

café gostoso

café bom.

Minha mãe ficava sentada cosendo

olhando para mim:

– Psiu... Não acorde o menino.

Para o berço onde pousou um mosquito.

E dava um suspiro... que fundo!

Lá longe meu pai campeava

no mato sem fim da fazenda.

E eu não sabia que minha história

era mais bonita que a de Robinson Crusoé.

(ANDRADE, Carlos Drummond de. Infância. Antologia poética. 59ª ed., Rio de Janeiro: Record, 2007.)

Para uma leitura mais produtiva de um texto, faz-se necessária a análise dos elementos que

concorrem para sua construção e sentido. Partindo dessa ideia, analise as proposições a seguir

acerca do poema de Drummond.

I. Em “Meu pai montava a cavalo, ia para o campo", os verbos “montava" e “ia"

caracterizam a figura do pai como provedora.

II. Na contramão do tempo verbal pretérito imperfeito que apresenta a figura paterna como

provedora e sempre em movimento, a figura materna é apresentada de forma estática,

ratificada pelas expressões “ficava sentada" e “cosendo", denotando ausência de esforço

físico e de aventura.

III. Além da estrutura verbal, que contribui para a construção das lembranças, a escolha dos

substantivos (pai, cavalo, campo, mãe, irmão, mangueiras, história, Robinson Crusoé,

senzala, café, preta velha, berço, suspiro, mato, fazenda) diz muito da significação do tema.

IV. Na segunda estrofe, as ações apresentadas pelos verbos “aprendeu" e “esqueceu", no

pretérito perfeito do indicativo, assinalam algo que passou, que não durou.

V. O emprego dos advérbios “lá" e “longe", juntos, remete à idéia de distância. Essa pode ser

uma referência tanto à impossibilidade de o menino enxergar nitidamente o pai, devido à

extensão da fazenda, quanto à transição temporal: o menino abandona o passado e retorna

ao presente, já como homem.

Estão CORRETAS

Date: 02/06/2018

Aos não assinantes Alternativa E

Date: 02/06/2018

Como na alternativa iv pode ser algo que passou, não durou se aprendeu e NUNCA esqueceu. Ou seja durou muito a aprendizagem.

Date: 02/06/2018

No meio-dia branco de luz uma voz que aprendeu

a ninar nos longes da senzala – e nunca se esqueceu

chamava para o café.

Como pode ser a letra E se pelo que dá a entender foi um aprendizado que durou muito tempo?

Na segunda opção está escrito que a figura materna é apresentada como estática com ausência de esforço físico, no entanto a mãe está cosendo, ou seja, costurando, verbo que indica ação .

Date: 02/06/2018

Acabei errando também a questão pelo mesmo motivo, ou seja, pensando friamente, mas se analisarmos a questão:

II. Na contramão do tempo verbal pretérito imperfeito que apresenta a figura paterna como

provedora e sempre em movimento, a figura materna é apresentada de forma estática,

ratificada pelas expressões "ficava sentada" e "cosendo", denotando ausência de esforço

físico e de aventura.


Veremos no enunciado as palavras "na contramão do tempo verbal", ou seja, mesmo que o tempo exprima alguma ação que já ocorreu a apresentação da figura materna é feita de forma estática, como se apenas o pai fizesse alguma coisa.

Date: 02/06/2018

a opção IV não existe a possibilidade de estar correta,mesmo apresentando verbos no passado não indica algo que tenha passado e não durou

Date: 02/06/2018

Segundo consta no site do concurso, o gabarito trocou para a letra A.

Corretas: I, II e V, apenas.

III. Além da estrutura verbal, que contribui para a construção das lembranças, a escolha dos substantivos (pai, cavalo, campo, mãe, irmão, mangueiras, história, Robinson Crusoé, senzala, café, preta velha, berço, suspiro, mato, fazenda) diz muito da significação do tema. - Errado, pois o que confirma o tema "lembranças da infância" são os verbos no pretérito.

IV. Na segunda estrofe, as ações apresentadas pelos verbos "aprendeu" e "esqueceu", no pretérito perfeito do indicativo, assinalam algo que passou, que não durou. - Errado, pois na própria frase a confirmação que permaneceu: "No meio-dia branco de luz uma voz que aprendeu a ninar nos longes da senzala – e nunca se esqueceu chamava para o café.".

(comentários qconcursos)

Eu ainda discordo considerar a II como correta, vou continuar procurando alguma explicação para entender melhor essa questão.

Date: 02/06/2018

Obrigado Luiza. Eu ainda pensei na possibilidade de não estar correta a I pois o que caracteriza como provedor é:

Lá longe meu pai campeava

no mato sem fim da fazenda.

Só montar e sair a cavalo não caracteriza. E quanto a mulher estar sem fazer nada enquanto na realidade ela estava cuidando do bebê e cosendo, mostra machismo, desvalorização do trabalho doméstico e maternidade.

Date: 02/06/2018

Com essa questão aprendi que trabalho sentado não há esforço...

A linguagem gráfica Ladder é a mais difundida e encontrada em quase todos os CLPs. Ela se

baseia na lógica de relés e contatos elétricos para comandar controladores lógicos programáveis

(CLP). Um exemplo desta programação pode ser visto na Figura 02, abaixo.

2017_01_13_5878ff6b814dd.PNG

Paralelamente, uma outra linguagem, chamada FBD, cujos elementos são expressos por blocos

interligados, é também bastante difundida. Sabendo que a lógica Ladder pode ser representada

pela lógica FBD, assinale a alternativa que corresponde à representação CORRETA da Figura

Analise as afirmativas a seguir, sobre controladores lógicos programáveis.

I. O termo relé interno, relé auxiliar ou marcador, é usado para o que pode ser considerado

um relé de CLP. Estes se comportam como relés com seus contatos associados, mas, na

realidade, não simulações de relés feitas pelo software do CLP.

II. Para movimentação de dados, o comando contém a instrução de movimentação, o endereço

da fonte de dados e o endereço de destino, conforme Figura 05, abaixo.

2017_01_13_587901142d64b.PNG

III. Os CLPs normalmente, por si só, não realizam, em seu programa, a comparação de dados,

ou seja, não existe recurso de softwares para comparar variáveis de entrada.

IV. Um CLP equipado com canais de entrada analógica pode ser usado para executar uma

função de controle contínuo, ou seja, um controle PID.

Em relação às alternativas acima, podemos afirmar que