O Questões Grátis disponibiliza mais de 600 MIL questões, de forma GRATUITA e SEM LIMITAÇÕES.

Instale o App Questões Grátis e estude melhor! No App você pode salvar os filtros, gerar estatísticas, e muito mais. Os botões para baixar o App se encontram no topo do site.

Logo abaixo você encontra milhares de questões. Para refinar sua busca, aplique os filtros desejados (buscar por disciplina, banca, cargo, ano...). Caso deseje excluir os filtros, clique em “Limpar Filtro”.

Para estudar, aplique os FILTROS abaixo:

A Cia. de Minérios adquiriu o direito de exploração de uma mina de zinco por R$ 3.960.000,00 que foram pagos à vista. A capacidade total esperada de extração da mina foi estimada em 80.000 toneladas e no primeiro ano de exploração a Cia. extraiu 8.000 toneladas. No início do segundo ano, ao reanalisar a capacidade de produção da mina, a Cia. de Minérios estimou que ainda havia 80.000 toneladas remanescentes e, durante o segundo ano, fez a extração de 6.000 toneladas. O valor contábil apresentado para esta mina, no final do segundo ano, foi, em reais,

Date: 03/06/2018

1 ano = 3.960.000- 10% 3.960.000=396.000

valor contabil ao final do ano 1 = 3.960.000-396.000=3.564.000

2 ano = 3.564.000/80.000=44,55 x 6.000 = 267.300

valor contabil ao final do ano 2 =3.564.000-267.300 = 3.296.700

O Patrimônio Líquido da Cia. VIP, em 31/12/2015, era composto das seguintes contas e respectivos saldos:

2017_09_28_59cd5a1664cfd.png

No ano de 2016, o lucro líquido apurado pela Cia. VIP foi R$ 150.000,00 e, além da Reserva Legal prevista na Lei das Sociedades por Ações, o estatuto da Cia. estabelece a seguinte destinação:

2017_09_28_59cd5a2d98ca8.png

Sabe-se que R$ 40.000,00 do Lucro Líquido foram decorrentes de incentivos fiscais recebidos pela Cia. VIP e esta, para não tributar este ganho, reteve-o na forma de Reserva de Incentivos Fiscais, utilizando a possibilidade estabelecida na Lei em relação aos dividendo mínimo obrigatórios.

O valor

Date: 03/06/2018

LEI 6.404 – LEI DAS SA,s

SEÇÃO II

Reservas e Retenção de Lucros

Reserva Legal

Art. 193. Do lucro líquido do exercício, 5% (cinco por cento) serão aplicados, antes de qualquer outra destinação, na constituição da reserva legal, que não excederá de 20% (vinte por cento) do capital social.

OBS: Ou seja não diz se os incentivos fiscais será deduzidos.

Reserva de Incentivos Fiscais
(Incluído pela Lei nº 11.638,de 2007)

Art. 195-A. A assembléia geral poderá, por proposta dos órgãos de administração, destinar para a reserva de incentivos fiscais a parcela do lucro líquido decorrente de doações ou subvenções governamentais para investimentos, que poderá ser excluída da base de cálculo do dividendo obrigatório (inciso I do caput do art. 202 desta Lei).

Lei 11.638/07 Altera e revoga dispositivos da Lei no 6.404, de 15 de dezembro de 1976
Reserva de Incentivos Fiscais
Art. 195-A. A assembleia geral poderá, por proposta dos órgãos de administração, destinar para a reserva de incentivos fiscais a parcela do lucro líquido decorrente de doações ou subvenções governamentais para investimentos, que poderá ser excluída da base de cálculo do dividendo obrigatório (inciso I do caput do art. 202 desta Lei).

NESTE CASO FICA ASSIM A RESOLUÇÃO

LUCRO LÍQUIDO....................................R$ 150.000

(-) RESERVA LEGAL (5%)......................R$ 7.500

(-) RESERVA DE INCENTIVOS FISCAIS.R$ (40.000)

(=) LUCRO AJUSTADO. (base para o dividendos)..R$ 102.500

(-) DIVID. MÍN. (30%).............................R$ 30.750

RETENÇÃO DE LUCRO=R$ 102.500 - R$ 30.750=71.750

GABARITO LETRA. E

Em março de 2017, a Defensoria Pública de um determinado Estado caracterizou-se como beneficiária e a União como transferidora de R$ 990.000,00 que foram classificados com o código 1 quanto ao primeiro dígito da classificação da receita orçamentária por natureza. Assim, o recurso recebido pela Defensoria Pública, no que se refere à origem e à espécie da receita, classificam-se, respectivamente, como

Date: 03/06/2018

INTERGOVERNAMENTAL = ENTES DIFERENTES

INTRAGOVERNAMENTAL = MESMO ENTE

A questão diz que a defensoria é estadual e recebeu o repasse da União ou seja, ente federal e outro estadual, sendo assim trata-se de uma relação intergovernamental. Além disso, ela aborda um determinado recurso que é orçamentário sendo assim o Art. 18. diz que A cobertura dos déficits de manutenção das emprêsas públicas, de natureza autárquica ou não, far-se-á mediante subvenções econômicas expressamente incluídas nas despesas correntes do orçamento da União, do Estado, do Município ou do Distrito Federal.

letra B

No que se refere aos instrumentos de transparência da gestão fiscal, a Lei de Responsabilidade Fiscal determina que o Relatório

Date: 03/06/2018
O que são e para que servem os Relatórios da Lei de Responsabilidade Fiscal?
A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) determina a publicação de dois relatórios fiscais: o Relatório Resumido de Execução Orçamentária (RREO) de frequência bimestral, e o Relatório de Gestão Fiscal, de frequência quadrimestral.
O Relatório Resumido da Execução Orçamentária é um instrumento imprescindível no acompanhamento das atividades financeiras e de gestão do Estado. O documento apresenta informações da execução do orçamento e os resultados alcançados considerando o Resultado Primário e Resultado Nominal em comparação com as metas fixadas na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Através do RRE podemos conhecer os valores gastos com Educação e Saúde e saber se eles estão entro do estipulado por lei.
O Relatório de Gestão Fiscal demonstra o gasto com pessoal e encargos em relação à Receita Corrente Líquida (RCL), o nível do endividamento, as operações de créditos, os avais e garantias em relação à RCL, além de tratar dos restos a pagar e da disponibilidade de caixa.
http://transparencia.pb.gov.br/perguntas-frequentes
Date: 03/06/2018

No que se refere aos instrumentos de transparência da gestão fiscal, a Lei de Responsabilidade Fiscal determina que o Relatório

a) de Gestão Fiscal deve ser publicado, impreterivelmente, até trinta dias após o encerramento de cada trimestre. ==> Ao final de cada quadrimestre
b) Resumido da Execução Orçamentária deve ser publicado, impreterivelmente, até trinta dias após o encerramento de cada trimestre. ==> será publicado até trinta dias após o encerramento de cada bimestre c) Resumido da Execução Orçamentária deve conter, entre outros itens, demonstrativo da despesa total com pessoal, distinguindo a com inativos e pensionistas. d) Resumido da Execução Orçamentária deve conter, entre outros itens, demonstrativo da execução das despesas por função e subfunção.e) de Gestão Fiscal deve conter, entre outros itens, demonstrativo dos resultados nominal e primário.

Nos termos da Instrução Normativa IN nº 01/2001 da Secretaria Federal de Controle Interno − SFCI do Ministério da Fazenda, quando da necessidade de obtenção de informações em tempo hábil, em casos em que a ação na sua totalidade se torna impraticável, é necessária a aplicação

Em uma palestra sobre normas vigentes de auditoria emanadas pelo Conselho Federal de Contabilidade acerca do Auditor Independente, foram abordados os seguintes itens: responsabilidades da liderança pela qualidade na firma, exigências éticas relevantes, aceitação e continuidade do relacionamento com clientes e de trabalhos específicos, recursos humanos, execução do trabalho e monitoramento. Nos termos da NBC PA 01, esses itens representam elementos tratados por políticas e procedimentos inclusos em

2017_09_28_59cd39bc137f8.png

Todas as formas verbais observam as normas de concordância e a adequada articulação entre tempos e modos na seguinte frase:

Date: 03/06/2018

a) CERTA. "em cujas" retoma o termo anterior (darwinista) e concorda com o termo posterior (formulações); e a preposição "em" é obrigatória, porque "em cujas" tem função sintática de adjunto adverbial de lugar. "SE EXPLICA NAS FORMULAÇÕES DARWINISTA."

b) AO SE ACREDITAR[...] DEVER-SE-IA aceitar uma série... (verbo no singular - Sujeito Oracional). 2 ERROS


c) Caso TROCASSEM[...] SERIA menos problemático[...] CADA UMA delas ACREDITA. (conjunção condicional exige o primeiro verbo no subjuntivo e o SEGUNDO também, para que se mantenha a correlação verbal). Portanto, 2 ERROS


d) que a ala dos conservadores POSSA[...], SERIA mais fácil[...] para ELA DEFENDER (mesma explicação da C). 3 ERROS


e) QUESTÕES[...], DIZEM [...] (houve erro de concordância verbal). 1 ERRO

2017_09_28_59cd3c6164e6a.png

Perdeu-se a antiga privacidade, enterramos a antiga privacidade sob os conectores modernos, tornamos esses conectores modernos nossos deuses implacáveis, sob o comando desses conectores modernos trocamos escandalosamente todas as informações mais pessoais.

Evitam-se as viciosas repetições do período acima substituindo-se os elementos sublinhados, na ordem dada, por:

Date: 03/06/2018

Verbos terminados em R, S, Z - lo, la, los, las;

Verbos terminados em sons nasais - no, na, nos, nas.

LHE- OBJETO INDIRETO

A razão entre as alturas de dois irmãos era 3/4 e, nessa ocasião, a altura do irmão mais alto era 1,40 m. Hoje, esse irmão mais alto cresceu 10 cm. Para que a razão entre a altura do irmão mais baixo e a altura do mais alto seja hoje, igual a 4/5 , é necessário que o irmão mais baixo tenha crescido, nesse tempo, o equivalente a

Date: 03/06/2018

O irmão mais alto tinha 1,40 m e o mais baixo 3/4 dessa altura, ou seja, 1,05 m. O irmão mais alto cresceu 10 centímetros e atingiu 1,50. Então o mais baixo, para ter 4/5 dessa altura, ou seja, 1,20 m, teria que crescer 15 centímetros.

Calcule: 140 x 3/4 = 420 / 4 = 105

150 x 4/5 = 600 / 5 = 120


Date: 03/06/2018

A razão entre as alturas de dois irmãos era 3/4
... a altura do irmão mais alto era 1,40 m.

.3..........x m
----..=..-----------.......... 4.x = 3 . 1,40
.4.......1,40m .......... 4x = 4,20
.............................. x = 4,20/4
.............................. x = 1,05 m

Hoje, esse irmão mais alto cresceu 10 cm.
Para que a razão entre a altura do irmão mais baixo e a altura do mais alto seja hoje, igual a 4/5 , é necessário que o irmão mais baixo tenha crescido, nesse tempo, o equivalente a?

.4..........y m
----..=..-----------.......... 5.y = 4 . 1,50
.5.......1,50m .......... 5y = 6,00
.............................. y = 6,00/5
.............................. y = 1,20 m

y - x = altura necessária que o irmão mais baixo tenha crescido
1,20 - 1,05 = 0,15 m = 15,0 cm

Gabarito: e) 15,0 cm

Date: 03/06/2018

140/4*3 = 105

150/5 = 30*4 = 120

120 -105 = 15cm.

Segundo a Lei Complementar Estadual nº 9.230/1991, ao Corregedor-Geral compete, dentre outras atribuições,