O Questões Grátis disponibiliza mais de 600 MIL questões, de forma GRATUITA e SEM LIMITAÇÕES.

Instale o App Questões Grátis e estude melhor! No App você pode salvar os filtros, gerar estatísticas, e muito mais. Os botões para baixar o App se encontram no topo do site.

Logo abaixo você encontra milhares de questões. Para refinar sua busca, aplique os filtros desejados (buscar por disciplina, banca, cargo, ano...). Caso deseje excluir os filtros, clique em “Limpar Filtro”.

Para estudar, aplique os FILTROS abaixo:

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil − CAU/BR define o projeto como sendo o principal elemento estruturante da profissão de arquiteto. Conforme seus documentos de referência, as atribuições profissionais são justificadamente mais amplas, englobando a consultoria e a construção, mas o projeto é o elemento agregador das diversas possibilidades da ação arquitetônica. Ele tem o atributo central de conter a intenção que promove a forma. Já o processo de projeto − a projetação − compõe a intenção, dá-lhe conteúdo, e corresponde à distância entre o desejo e a elaboração da forma. O projeto configura o desejo na forma. Segundo o CAU/BR é correto que

Nos projetos de sistemas de prevenção contra incêndio, os extintores portáteis são peças obrigatórias e essenciais, e a quantidade e localização dos mesmos é estratégica. Os extintores portáteis de espuma, destinam-se como norma a combater incêndios das Classes

Date: 03/06/2018
  • O extintor tipo "Espuma" será usado nos fogos de Classe A e B.
  • O extintor tipo "Dióxido de Carbono" será usado, preferencialmente, nos fogos das Classes B e C, embora possa ser usado também nos fogos de Classe A em seu início.
  • O extintor tipo "Químico Seco" usar-se-á nos fogos das Classes B e C. As unidades de tipo maior de 60 a 150 kg deverão ser montadas sobre rodas. Nos incêndios Classe D, será usado o extintor tipo "Químico Seco", porém o pó químico será especial para cada material.
  • O extintor tipo "Água Pressurizada", ou "Água-Gás", deve ser usado em fogos da Classe A, com capacidade variável entre 10 (dez) e 18 (dezoito) litros.
  • Outros tipos de extintores portáteis só serão admitidos com a prévia autorização da autoridade competente em matéria de segurança do trabalho.
  • Método de abafamento por meio de areia (balde areia) poderá ser usado como variante nos fogos das Classes B e D.
  • Método de abafamento por meio de limalha de ferro fundido poderá ser usado como variante nos fogos da Classe D.

LETRA D

A pressão máxima a que se pode submeter um tubo, conexão, válvula, registro ou outro disposto, quando em uso normal numa instalação hidráulica, denomina-se, pressão de

Date: 03/06/2018

Pressão Estática, Pressão Dinâmica e Pressão de Serviço



Nas instalações prediais, trabalhamos com três tipos de pressões, que são: Pressão estática, pressão dinâmica e pressão de serviço.



Pressão Estática: É a pressão que obtemos quando a água está em repouso, ou seja quando ela está parada. Por exemplo: Quando uma torneira está fechada, não há movimentação da água dentro da tubulação, a água está em repouso. Se o desnível entre a torneira e o nível da água do reservatório for de 5 metros, teremos então uma pressão estática de 5 m.c.a ou 0,5 Kgf/cm².
A norma que trata dos assuntos relacionados à instalação predial de água fria é a NBR 5626. Em relação a pressão estática de uma rede predial, ela faz a seguinte consideração: Em uma instalação predial, em qualquer ponto, a pressão estática não pode ser maior do que 40 m.c.a ou seja 4 Kgf/cm². Como podemos explicar então o fato de encontrarmos nas grandes cidades prédios com mais de 40 metros de altura?
A solução de menor custo, de menor mão de obra e que ocupa menos espaço, é fazer a instalação de válvula redutoras de pressão. Estas válvulas normalmente são instaladas no sub-solo dos edifícios, mas pode ser instalada no meio do prédio como mostra nas figuras:

  • 1º No sub-solo do prédio



  • 2º No meio do prédio



Pressão Dinâmica: Ao contrário da pressão estática, a pressão dinâmica é obtida quando a água está em movimento, ou seja, quando ela não está em repouso. Esta pressão pode ser medida através de um manômetro. A pressão dinâmica depende de alguns fatores da tubulação, tais como: Traçado da tubulação e diâmetros adotados. O valor de pressão dinâmica é, a pressão estática menos o valor das perdas de carga localizadas e distribuídas.



Pressão de Serviço: É a pressão máxima que podemos submeter um tubo ou qualquer outro dispositivo hidráulico. Segundo a NBR 5626 da ABNT, o fechamento de qualquer peça de utilização não pode provocar sobre-pressão em qualquer ponto da instalação que seja maior que 20 m.c.a acima da pressão estárica neste ponto. É o mesmo que dizer que a pressão de serviço nunca deverá ultrapassar à 60 m.c.a, já que o ressultado da pressão estática máxima (40 m.c.a) somada à máxima sobre-pressão (20 m.c.a) é de 60 m.c.a. É de grande importância seguir estas recomendações para evitar possíveis transtornos, como: Rompimento de tubulações e/ou conexões, diminuição da vida útil de algums dipositivos, etc. É importante ressaltar que, independente do material da tubulação, deve-se tomar estas infomações como base, pois a norma não faz divisão em relação aos meteriais na qual as tubulações são fabricados.

Afirma-se que foi atingida a condição de conforto térmico, quando a população no ambiente interior se encontra próxima da neutralidade térmica, ou seja, as transferências de energia entre a população e o ar ambiente estão em equilíbrio. Para se atingir condições de conforto térmico para uma população em um ambiente interno, os seguintes parâmetros podem ser modificados:

I. tipo de roupa .

II. nível de metabolismo.

III. pressão dinâmica do ar.

IV. reflexão solar atuante.

V. temperatura de bulbo seco do ar.

Está correto o que se afirma APENAS em

Date: 03/06/2018

todo mundo concorda com essa alternativa?? nunca pensaria em marcar sobre roupas e metabolismos numa prova de arquitetura pensando no conforto do ambiente e suas variáveis.

Date: 03/06/2018

Não concordo!!

O método de avaliação que estima o valor de um bem ou de suas partes constitutivas, com base na capitalização presente de sua renda líquida, real ou prevista, tendo como aspectos fundamentais a determinação e justificativa do período de capitalização e a taxa de desconto a ser utilizada, denomina-se Método

A plataforma Building Information Modeling − BIM faz parte da última geração de inovações da tecnologia Computer Aided Design − CAD. O principal objetivo desta ferramenta é a conjunção de dois grupos de informações: as geométricas, que dizem respeito às características espaciais do produto, tais como forma, posição e dimensões e as não geométricas, onde se incluem custo, resistência, peso, entre outros atributos. A respeito da tecnologia BIM, considere:

I. As modificações e aperfeiçoamentos ao projeto são processados automaticamente nas planilhas de custos, nas plantas baixas e elevações da construção, permitindo um incremento significativo na qualidade da comunicação e, consequentemente, na qualidade do produto final, a edificação.

II. Propicia ao arquiteto a possibilidade de conceber um projeto construindo seu modelo parametrizado, o que permite que visualize a volumetria, estime custos, quantifique e qualifique o material aplicado, observando e ajustando conforto ambiental e outros itens projetuais, e facilitando a comunicação entre os diversos profissionais integrantes do processo.

III. É capaz de contribuir na integração dos processos a partir da eliminação de ineficiências e redundâncias, aumentando a colaboração e comunicação a fim de garantir melhores resultados de produtividade com menor custo e redução de tempo de projeto.

IV. Permite a concepção do projeto estrutural de uma edificação automaticamente, sem a necessidade de outros profissionais e programas de computador, reduzindo-se o tempo e o custo de todos os projetos e, consequentemente, os custos finais da edificação.

Está correto o que se afirma APENAS em

Em seu trabalho Documentação Necessária, publicado em 1937 no primeiro número da revista do então Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional − SPHAN, Lúcio Costa chama atenção para o ponto que se refere à relação dos vãos com a parede:

2017_09_29_59ceabbf72938.png

A figura que melhor ilustra o primeiro exemplo citado por Lúcio Costa é:

2017_09_28_59cd39bc137f8.png

Todas as formas verbais observam as normas de concordância e a adequada articulação entre tempos e modos na seguinte frase:

Date: 03/06/2018

a) CERTA. "em cujas" retoma o termo anterior (darwinista) e concorda com o termo posterior (formulações); e a preposição "em" é obrigatória, porque "em cujas" tem função sintática de adjunto adverbial de lugar. "SE EXPLICA NAS FORMULAÇÕES DARWINISTA."

b) AO SE ACREDITAR[...] DEVER-SE-IA aceitar uma série... (verbo no singular - Sujeito Oracional). 2 ERROS


c) Caso TROCASSEM[...] SERIA menos problemático[...] CADA UMA delas ACREDITA. (conjunção condicional exige o primeiro verbo no subjuntivo e o SEGUNDO também, para que se mantenha a correlação verbal). Portanto, 2 ERROS


d) que a ala dos conservadores POSSA[...], SERIA mais fácil[...] para ELA DEFENDER (mesma explicação da C). 3 ERROS


e) QUESTÕES[...], DIZEM [...] (houve erro de concordância verbal). 1 ERRO

2017_09_28_59cd3c6164e6a.png

Perdeu-se a antiga privacidade, enterramos a antiga privacidade sob os conectores modernos, tornamos esses conectores modernos nossos deuses implacáveis, sob o comando desses conectores modernos trocamos escandalosamente todas as informações mais pessoais.

Evitam-se as viciosas repetições do período acima substituindo-se os elementos sublinhados, na ordem dada, por:

Date: 03/06/2018

Verbos terminados em R, S, Z - lo, la, los, las;

Verbos terminados em sons nasais - no, na, nos, nas.

LHE- OBJETO INDIRETO

A razão entre as alturas de dois irmãos era 3/4 e, nessa ocasião, a altura do irmão mais alto era 1,40 m. Hoje, esse irmão mais alto cresceu 10 cm. Para que a razão entre a altura do irmão mais baixo e a altura do mais alto seja hoje, igual a 4/5 , é necessário que o irmão mais baixo tenha crescido, nesse tempo, o equivalente a

Date: 03/06/2018

O irmão mais alto tinha 1,40 m e o mais baixo 3/4 dessa altura, ou seja, 1,05 m. O irmão mais alto cresceu 10 centímetros e atingiu 1,50. Então o mais baixo, para ter 4/5 dessa altura, ou seja, 1,20 m, teria que crescer 15 centímetros.

Calcule: 140 x 3/4 = 420 / 4 = 105

150 x 4/5 = 600 / 5 = 120


Date: 03/06/2018

A razão entre as alturas de dois irmãos era 3/4
... a altura do irmão mais alto era 1,40 m.

.3..........x m
----..=..-----------.......... 4.x = 3 . 1,40
.4.......1,40m .......... 4x = 4,20
.............................. x = 4,20/4
.............................. x = 1,05 m

Hoje, esse irmão mais alto cresceu 10 cm.
Para que a razão entre a altura do irmão mais baixo e a altura do mais alto seja hoje, igual a 4/5 , é necessário que o irmão mais baixo tenha crescido, nesse tempo, o equivalente a?

.4..........y m
----..=..-----------.......... 5.y = 4 . 1,50
.5.......1,50m .......... 5y = 6,00
.............................. y = 6,00/5
.............................. y = 1,20 m

y - x = altura necessária que o irmão mais baixo tenha crescido
1,20 - 1,05 = 0,15 m = 15,0 cm

Gabarito: e) 15,0 cm

Date: 03/06/2018

140/4*3 = 105

150/5 = 30*4 = 120

120 -105 = 15cm.