O Questões Grátis disponibiliza mais de 600 MIL questões, de forma GRATUITA e SEM LIMITAÇÕES.

Instale o App Questões Grátis e estude melhor! No App você pode salvar os filtros, gerar estatísticas, e muito mais. Os botões para baixar o App se encontram no topo do site.

Logo abaixo você encontra milhares de questões. Para refinar sua busca, aplique os filtros desejados (buscar por disciplina, banca, cargo, ano...). Caso deseje excluir os filtros, clique em “Limpar Filtro”.

Para estudar, aplique os FILTROS abaixo:

2014_08_25_53fb215ade966.jpg

Acerca dos aspectos estruturais e interpretativos do texto acima, julgue os itens a seguir.

Na linha 17, a expressão “na qual” poderia ser substituída pela expressão em que, sem prejuízo da correção gramatical do texto.

Date: 30/05/2018


Date: 30/05/2018

Na = Em +a

Quem se envolve, se envolve EM algo ou EM alguma coisa. Dessa forma, fica correto ambas as formas já que o a é apenas um artigo

Date: 30/05/2018

Gabarito: correto

O pronome relativo qual se refere ao substantivo política e vem precedido por uma preposição com menos de duas sílabas (em+a), por isso, pode ser substituído pelo pronome que sem prejuízo da correção gramatical do texto. Ele vem precedido pela preposição(em), porque o que é citado após está inserido na ideia expressa pelo substantivo.

Date: 30/05/2018

Não precisa ser gênio para acertar essa questão, pois ao trocarmos os pronomes e repetimos a leitura do texto, não se tem perda na coesão textual nem perda na coerência logica do texto, assim por sua vez validando a questão como afirmamativa (certa):

Date: 30/05/2018

mantem o mesmo sentido

Date: 30/05/2018

Em que. Note que o QUE vem acompanhado com uma preposição EM. E o Que: É o pronome relativo mais utilizado, sendo considerado um pronome relativo universal. Refere-se a coisas ou a pessoas e pode ser substituído por: o qual, a qual, os quais e as quais. E (na qual) o NA é a contração de em + a = NA.

Atenção: Para responder às questões de números 1 a 7, considere o texto abaixo.

O MAQUINISTA empurra a manopla do acelerador. O trem cargueiro começa a avançar pelos vastos e desertos prados do Cazaquistão, deixando para trás a fronteira com a China. O trem segue mais ou menos o mesmo percurso da lendária Rota da Seda, antigo caminho que ligava a China à Europa e era usado para o transporte de especiarias, pedras preciosas e, evidentemente, seda, até cair em desuso, seis séculos atrás.
Hoje, a rota está sendo retomada para transportar uma carga igualmente preciosa: laptops e acessórios de informática fabricados na China e enviados por trem expresso para Londres, Paris, Berlim e Roma.
A Rota da Seda nunca foi uma rota única, mas sim uma teia de caminhos trilhados por caravanas de camelos e cavalos a partir de 120 a.C., quando Xi'an – cidade do centro–oeste chinês, mais conhecida por seus guerreiros de terracota – era a capital da China.
As caravanas começavam cruzando os desertos do oeste da China, viajavam por cordilheiras que acompanham as fronteiras ocidentais chinesas e então percorriam as pouco povoadas estepes da Ásia Central até o mar Cáspio e além. Esses caminhos floresceram durante os primórdios da Idade Média. Mas, à medida que a navegação marítima se expandiu e que o centro político da China se deslocou para Pequim, a atividade econômica do país migrou na direção da costa.
Hoje, a geografia econômica está mudando outra vez. Os custos trabalhistas nas cidades do leste da China dispararam na última década. Por isso as indústrias estão transferindo sua produção para o interior do país. O envio de produtos por caminhão das fábricas do interior para os portos de Shenzhen ou Xangai – e de lá por navios que contornam a Índia e cruzam o canal de Suez – é algo que leva cinco semanas. O trem da Rota da Seda reduz esse tempo para três semanas. A rota marítima ainda é mais barata do que o trem, mas o custo do tempo agregado por mar é considerável.
Inicialmente, a experiência foi realizada nos meses de verão, mas agora algumas empresas planejam usar o frete ferroviário no próximo inverno boreal. Para isso adotam complexas providências para proteger a carga das temperaturas que podem atingir 40 ºC negativos.
(Adaptado de: www1.folhauol.com.br/FSP/newyorktimes/122473)

Para isso adotam complexas providências para proteger a carga das temperaturas que podem atingir 40 ºC negativos. (último parágrafo)

Sem que se faça nenhuma outra alteração no segmento acima, mantêm–se a correção e, em linhas gerais, o sentido original, substituindo–se

Date: 30/05/2018

Resposta letra E - isso por tanto.

A letra C estaria correta se fosse a fim de proteger - separados, sendo locução prepositiva-, visto que afim, juntos, pode ser tanto adjetivo como substantivo. Sendo adjetivo, é sinônimo de semelhante, parecido, similar, análogo, próximo... Como substantivo é sinônimo de parente por afinidade, aliado, adepto, entre outras.

E, segundo o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, para tanto tem o seguinte significado: para tal coisa acontecer. Para tal e para issoserão sinônimos adequados, nesse sentido.

Espero ter auxiliado!

Date: 30/05/2018

chamada "casca de banana"


Date: 30/05/2018

a) errada - cair à --> não pode crase antes de verbo

b) errada

adotar: praticar , usar , optar , eleger , utilizar

recorrer: recordar, socorrer-se

c) errada - afim (junto) = afinidade a fim (separado) = finalidade

d) errada - complexas = difícil acesso amplas = abrangentes

e) correta

Date: 30/05/2018

Para tanto é o mesmo que para tal coisa acontecer, portanto, neste contexto, pode substituir a expressão para isso. Note que as duas expressões contêm a mesma preposição, assim deixa mais simples a substituição.

Date: 30/05/2018

Para quem marcou a ''b'' e não sabe o porquê do erro, é simples: ''recorrem'' é um verbo transitivo indireto, pois quem recorre, recorre A alguma coisa. Como na oração em tela não há preposição, logo não cabe a substituição por esse verbo.


Bons estudos!

Date: 30/05/2018

Caberia recurso.
Eu não marcaria a questão 'E' como correta, porque "Para tanto" deveria ser procedido de vírgula, uma vez que a falta de vírgula quebra a coesão do texto. Exemplo: "Para tanto, adotam complexas providências...".

Date: 30/05/2018

Erro da alternativa A é que não pode crase antes de numerais, exceto quando indicam horas

Imagem 001.jpg

O emprego da flexão de masculino em necessário (L.3) justifica-se pelo fato de esse vocábulo concordar com a expressão o impacto ambiental (L.4)

Date: 29/05/2018
Errado, necessário concorda com outros fatores.
Date: 29/05/2018
É bom, é proibido, é necessário - expressões formadas do verbo ser + adjetivo - Não variam se o sujeito não vier determinado, caso contrário a concordância será obrigatória.
a) Água é bom;
b) A água é boa;
c) Bebida é proibido para menores;
d) As bebidas são proibidas para menores;
e) Chuva é necessário;
Date: 29/05/2018

Errado

 

 

 

Concorda com "Ponderar"

 

 

 

PONDERAR ( sujeito ) é  NECESSÁRIO..

Date: 29/05/2018

É necessário ponderar, entre outros fatores, o impacto ambiental.

Sujeito oracional - ponderar, entre outros fatores, o impacto ambiental.

Verbo de ligação- É.

Predicativo do sujeito- necessário.

Concorda com o sujeito.

Date: 29/05/2018

As expressões: É necessário, é proibido, é bom e outras equivalentes quando estiverem se referindo a nomes sem elementos determinantes ficarão invariáveis.

Date: 29/05/2018

olá pessoal,


português é show.

bom

é necessario ponderar........o impacto ambiental.

é bom, é preciso, é necessario, é proibido são expressões que concordam com o predicativo do sujeito, se vier com determinante há tambem a concordância.

fica assim é necessaria a ponderaçao, e o sujeito tá lá e ninguem mexe. (o impacto ambiental)

entao, é "necessario" concorda somente com ponderar

valeu.

Date: 29/05/2018

Para reflexão


É necessário ponderar

A ponderação é necessária


Date: 29/05/2018

O que é necessário? R: Ponderar (Sujeito Oracional) / O verbo fica no singular.

Masculino por não ter determinante: A chuva é necessária / É necessário ...


Date: 29/05/2018

É bom, é proibido, é necessário - expressões formadas do verbo ser + adjetivo - Não variam se o sujeito não vier com o artido determinante.

Date: 29/05/2018

Na frase: "É necessário ponderar, entre outros fatores, o impacto ambiental"

Perceba que "entre outros fatores" está aí para atrapalhar

Lê-se "É necessário ponderar ..o impacto ambiental"


E a pergunta que se faz é:

O que é necessário?

R= Ponderar

Date: 29/05/2018

Sujeito oracional, o verbo fica no singular.

Date: 29/05/2018

Errado!

Concorda com o sujeito oracional.
É necessário ponderar, entre outros fatores, o impacto ambiental. (2 verbos - 2 orações)
Colocando na ordem direta substituindo por ISTO. - ISTO é necessário.

Bons Estudos!

Date: 29/05/2018

1) É bom, é proibido, é permitido, é necessário...:se o substantivo não vier determinado, o adjetivo fica invariável.

Ex.:

Entrada é proibido.

Fé é necessário.

Cerveja é muito bom.

Mas:

A entrada é proibida.

A fé é necessária.

Esta cerveja é muito boa.

Date: 29/05/2018

Para facilitar, bastava trocar a expressão "o impacto ambiental" por uma expressão feminina, e notaríamos o termo "é necessário" ainda precisaria ser usado no masculino. Logo, não está concordando com "o impacto ambiental".

É NECESSÁRIO ponderar, entre outros fatores, o impacto ambiental.

É NECESSÁRIO (e não "necessária") ponderar, entre outros fatores, a destruição do meio ambiente.

Date: 29/05/2018

Perguntar ao verbo sempre!

O que é necessario ?

Ponderar é necessario...

Imagem 002.jpg

No desenvolvimento da argumentação do texto, o pronome Elas (L.6) retoma demandas (L.4).

Date: 29/05/2018

Correto

 

O pronome "Elas(L.6)  retoma "demandas(L.4).

 

"demandas requerem que o Estado atente também para a qualificação.."

 

 

Date: 29/05/2018

Correto.

Para fazer frente a essas DEMANDAS o dimensionamento ...... é condição necessária, mas não suficiente. ELAS(DEMANDAS) requerem que o estado atente também...

Date: 29/05/2018

pois é, e eu errei a questão exatamente por achar q se referia à relações sociais que tbm esta no feminino plural

Date: 29/05/2018

O texto da questão Bianca

Imagem 002.jpg

Date: 29/05/2018

CERTO

Elas (as demandas) requerem que o Estado atente também...

(recurso anafórico) para o que já foi dito ou escrito.

Date: 29/05/2018

Gabarito Certo

Basta seguir o texto da questão, e verás que Elas (as demandas) requerem que o Estado atente também....

"Retroceder Nunca Render-se Jamais !"

Força e Fé !

Fortuna Audaces Sequitur !

Date: 29/05/2018

Resposta certa.

Trata-se de um recurso anafórico.

Date: 29/05/2018

No caso em tela, o termo ''Elas'' não retoma ''relações sociais'', pois este termo está em uma oração anterior, com ideia já finalizada pelo ponto final.


Bons estudos!

Date: 29/05/2018

O pronome "Elas " (L.6)retoma "demandas" (L.4).

Elas é um recurso anafórico que retoma demandas no texto.

Date: 29/05/2018

ótimos comentários.

Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor. Gálatas 5:13

imagem-retificada-texto-003.jpg

Em É o desejo, e não já da cidade, senão de toda a população, a palavra assinalada pode ser substituída, sem que haja alteração de sentido, por:

Date: 29/05/2018
“É o desejo, e não já da cidade, senão de toda a população”

“É o desejo, e não já da cidade, mas sim de toda a população”
Date: 29/05/2018

Olá pessoal,

Use “se não” (união da conjunção se + advérbio não) quando puder trocar por “caso não”, “quando não” ou quando a conjunção “se” for integrante e estiver introduzindo uma oração objetiva direta: Perguntei a ela se não queria dormir em minha casa.


Use “senão” quando puder substituir por “do contrário”, “de outro modo”, “caso contrário”, “porém”, “a não ser”, “mas sim”, “mas também”.

Fonte: http://www.brasilescola.com/gramatica/senao-ou-se-...

Date: 29/05/2018

Senão – Se não

Senão = caso contrário, a não ser, exceto, mas.

Não estacione naquele local, senão você será multado.

Lucas nada faz, senão reclamar.

Não era ouro, senão (= mas) prata.

Senão = defeito.

Havia um senão naquela resposta.

Date: 29/05/2018

"É o desejo, e não já da cidade, senão de toda a população"

Poderia ser reescrito da seguinte forma também:

É o desejo, e não já da cidade, mas sim de toda população.

Ou seja, não era um desejo não só da cidade, mas com também de toda população.

Date: 29/05/2018

CONJUNÇÕES ADVERSATIVAS :


SENÃO = MAS SIM

Date: 29/05/2018

GABARITO: B

Adversativas: ligam duas orações ou palavras, expressando ideia de contraste ou compensação.

"Senão" é conjunção adversativa quando equivale a "mas sim".Por exemplo:Conseguimos vencer não por protecionismo, senão por capacidade.

Date: 29/05/2018

Usamos senão quando pudermos substituir por do contrário, de outro modo, caso contrário, porém, a não ser, mas sim, mas também.

1 Acho que, se eu não fosse tão covarde, o mundo seria um lugar melhor. Não que a melhora do mundo dependa de uma só pessoa, mas, se o medo não fosse constante, as pessoas 4 se uniriam mais e incendiariam de entusiasmo a humanidade. Mas o que vejo no espelho é um homem abatido diante das atrocidades que afetam os menos favorecidos. 7 Se tivesse coragem, não aceitaria crianças passarem fome, frio e abandono. Elas nos assustam com armas nos semáforos, pedem esmolas, são amontoadas em escolas que 10 não ensinam, e, por mais que chorem, somos imunes a essas lágrimas. Sou um covarde diante da violência contra a mulher, do homem contra o homem. E porque os índios estão tão longe 13 da minha aldeia e suas flechas não atingem meus olhos nem o coração, não me importa que tirem suas terras, sua alma. Analfabeto de solidariedade, não sei ler sinais de fumaça. Se 16 tivesse um nome indígena, seria cachorro medroso. Se fosse o tal ser humano forte que alardeio, não aceitaria famílias sem terem onde morar. Sérgio Vaz. Antes que seja tarde. In: Caros Amigos, mai./2013, p. 8 (com adaptações). Com base na leitura do texto, julgue os itens seguintes.

A coerência e a coesão do texto não seriam prejudicadas se o trecho “se o medo não fosse constante, as pessoas (...) a humanidade.“ (l.3-4) fosse reescrito da seguinte forma: se o medo não for constante, as pessoas se unirão mais e incendiarão de entusiasmo a humanidade.

Date: 30/05/2018

Justificativa oficial do CESPE: 

 

 

Não seriam prejudicadas a coerência e a coesão do texto se a oração “se o medo não fosse constante, as pessoas (...) humanidade” fosse reescrita como “se o medo não for constante, as pessoas se unirão e incendiarão de entusiasmo a humanidade ”, pois será mantida a correta correlação entre os tempos verbais: originalmente, imperfeito do subjuntivo com futuro do pretérito do indicativo; na proposta apresentada, futuro do subjuntivo com futuro do presente do indicativo.

Date: 30/05/2018

Date: 30/05/2018

Não entendi nada desta justificativa da Cespe,afinal pode-se trocar imperfeito do subjuntiva e futuro do pretérito com futuro do subjuntivo e futuro do presente do indicativo. Por favor alguém me explique.

Date: 30/05/2018

Fábio, o imperfeito do subjuntivo (fosse) com futuro do pretérito do indicativo ( uniriam; incendiaria);

Na proposta apresentada, futuro do subjuntivo (for) com futuro do presente do indicativo (unirão; incendiarão).

A banca propôs a correta correlação (combinação) entre os tempos verbais substituindo os originais pelos propostos.

Espero ter ajudado, pois eu apenas "esquartejei" rsrs à minha maneira a justificativa da banca.

Date: 30/05/2018

Correlação verbal:

Futuro do pretérito ⇔ Imperfeito do subjuntivo

desinência (ria) com desinência (sse)

se o medo não fosse constante, as pessoas 4 se uniriam --> OK

Futuro do presente ⇔ Futuro do subjuntivo

desinências (irei -irás - irão ...) com desinências (quando eu for...tu fores..)

se o medo não for constante, as pessoas se unirão --> OK

Date: 30/05/2018

Entendi a justificativa da banca, mas discordo, pois na questão diz que não prejudica a coesão e a coerência "do texto" e não apenas do "trecho". Se analisarmos o texto como um todo prejudica sim a coesão e a coerência.

Date: 30/05/2018

acho quemuda o sentido, mas não prejudica a coerencia nem a coesão

Date: 30/05/2018

acho quemuda o sentido, mas não prejudica a coerencia nem a coesão

Date: 30/05/2018

exatamente. do trecho não prejudica. Mas do texto sim, pois qnd se muda o tempo verbal nesse sentido, o texto ficaria incoerente.

Date: 30/05/2018

Também errei por não estar atento ao comando da questão e ele é bem claro quando fala que devemos analisar a coesão e a coerência, e não a mudança de sentido. O sentido muda, mas a coesão e a coerência, não, pois são coisas distintas. Assistam ao vídeo e vejam.

Bons estudos

Date: 30/05/2018

A coesão e a coerência não é prejudicada,

unirão

A palavra unirão é derivada da palavra unir. Confira o tempo verbal de unirão abaixo:

Terceira pessoa do plural do futuro do presente do indicativo: eles unirão

(V. unir)


uniriam

A palavra uniriam é derivada da palavra unir. Confira o tempo verbal de uniriam abaixo:

Terceira pessoa do plural do futuro do pretérito do indicativo: eles uniriam

(V. unir)

A palavra incendiarão é derivada da palavra incendiar. Confira o tempo verbal de incendiarão abaixo:

Terceira pessoa do plural do futuro do presente do indicativo: eles incendiarão

(V. incendiar)


Date: 30/05/2018

Realmente não altera a coesão e coerência DO TRECHO, mas do texto altera sim, elaborador tentou 'farofar' a nossa cabeça e acabou fazendo bobeira no enunciado.

Date: 30/05/2018

Muda completamente o sentido do texto, mas a coesão e a coerência não são prejudicadas.

Date: 30/05/2018

A coesão e a coerência foram mantidas.

A coesão consiste em utilizarmos palavras que possam unir as ideias do texto para não deixá-lo como um amontoado de frase. por exemplo se eu disser:

- Acordei. Escovei os dentes. Fui tomar café.

As 3 frases estão corretas, mas o texto fica estranho. Para resolver isso utilizamos as palavras que dão coesão ao texto reescrevendo-o:

- Acordei, escovei os dentes e fui tomar café.


Já a coerência diz respeito ao texto estar correto e inteligível. Assim se dissermos:

- Acordei, mas escovei os dentes.

A frase fica estranha. Porque usar uma palavra com sentido de adversidade nessa frase? Assim para a mesma frase ficar coerente:

- Acordei e escovei os dentes.

Date: 30/05/2018

A coerência e a coesão do texto não seriam prejudicadas


se formos analisar as duas frases estão corretas, porém o sentido do texto é prejudicado.

portanto gabarito: E

se o enunciado tivesse mencionado:" a coerencia e a coesao do trecho proposto nao seria prejudicado". O gabarito seria CERTO.

1 Embora não tivessem ficado claras as fontes geradoras de quebras da paz urbana, o fenômeno social marcado pelos movimentos populares que tomaram as ruas das grandes 4 cidades brasileiras, em 2013, parecia tendente a se agravar. As vítimas das agressões pessoais viram desprotegidas a paz e a segurança, direitos sagrados da cidadania. Todos 7 foram prejudicados. Pôde-se constatar que, em outras partes do mundo, fenômenos sociais semelhantes também ocorreram. Lá como 10 cá, diferentes tipos de ação atingiram todo o grupo social, gerando vítimas e danos materiais. Nem sempre a intervenção das forças do Estado foi suficiente para evitar prejuízos. 13 Do ponto de vista global, notou-se que a quebra da ordem foi provocada em situações diversas e ora tornou mais graves as distorções do direito, ora espalhou a insegurança 16 coletivamente. Em qualquer das hipóteses, a população dos vários locais atingidos viu-se envolvida em perdas crescentes. Internet: (com adaptações).

Considerando as ideias e as estruturas linguísticas do texto, julgue os itens de 5 a 10.

Por meio do termo “hipóteses“ (l.16), são retomadas as ideias dos trechos tornou mais graves as distorções do direito (l.14-15) e “espalhou a insegurança coletivamente (l.15-16).

Date: 30/05/2018

Justificativa oficial do CESPE: 

 

 

O termo “hipóteses” retoma os casos de perdas da população decorrentes de quebra da ordem, mencionados no período imediatamente anterior: agravamento das distorções do direito e disseminação da insegurança (“tornou mais graves as distorções do direito” e “espalhou a insegurança coletivamente”).

Date: 30/05/2018

QUESTAO CERTA.

Date: 30/05/2018

Questão Certa

Date: 30/05/2018

Certo

Date: 30/05/2018

pois é né. CERTA!

Date: 30/05/2018

CERTO

JUSTIFICATIVA – O termo "hipóteses" retoma os casos de perdas da população decorrentes de quebra da ordem, mencionados no período imediatamente anterior: agravamento das distorções do direito e disseminação da insegurança ("tornou mais graves as distorções do direito" e "espalhou a insegurança coletivamente").

Maas:

O segredo este em ORA: "ORA tornou mais graves as distorções do direito" (l.14-15) e "ORA espalhou a insegurança coletivamente" (l.15-16). Com isso, dá ideia de duas hipóteses.


2014_08_25_53fb2150108ac.jpg

Acerca dos aspectos linguísticos e das ideias do texto acima, julgue os itens a seguir.

Caso se substituísse o conectivo “mas” (l.10) por no entanto, seriam mantidos a correção gramatical e o sentido do texto.

Date: 30/05/2018

Correto pois se preserva o sentido de oposição, adversidade com as conjunções mas, todavia, no entanto, porém.

Date: 30/05/2018

" mas" e "no entanto" possuem mesmo significado como conectivo.

no entanto ⇒ ainda assim, apesar disso, conquanto, contudo, entretanto, nada obstante, porém, sem embargo, mas, toda vida.

Date: 30/05/2018

A substituição do mas por no entanto é possível, pois em ambos o sentido é de adversidade, sendo assim não alteraria o sentido da frase.

Date: 30/05/2018

Correto.

Ambas tem sentido de adversidade, oposição, contraste.

Conjunções adversativas: mas, porém, entretanto, todavia, contudo, no entanto, não obstante.

Date: 30/05/2018

Correto, pois os dois conectivos nos dá a impressão de adversidade.

Date: 30/05/2018

Conjunções Adversativas: ligam duas orações ou palavras, expressando ideia de contraste ou compensação. Ex: mas, no entanto, porém, contudo, todavia, entretanto, não obstante.

Date: 30/05/2018

entanto

advérbio
  1. nesse meio-tempo, nesse ínterim."viajou para a Europa; e. nasceu sua neta"
  2. conjunção adversativa designativo de adversão, oposição, restrição; mas, porém, contudo, entretanto, todavia.
Date: 30/05/2018

Ambas são conjunções adversativas, a substituição é legítima !

Espero ter ajudado...
Bons estudos ;DD

Date: 30/05/2018

mas - não obstante
porém - só que
contudo - senão (= mas sim)
todavia - agora
entretanto - antes
no entanto - ainda assim

ADVERSATIVAS: indicam essencialmente uma ideia de adversidade, oposição, contraste; também ressalva, quebra de expectativa, compensação, restrição.

Fernando Pestana "A Gramática, 1ª edição, página 521

Date: 30/05/2018

ambas tem sentido de adversidade, questão correta!


Date: 30/05/2018

Complementando os comentários acima, a vírgula depois do “no entanto" é obrigatória.

Date: 30/05/2018

Corrigindo humildemente o comentário acima, a vírgula é obrigatória apenas antes de no entanto.


Segundo Celso Cunha e Lindley Cintra (Nova Gramática do Português Contemporâneo, pág. 643), se se colocar à cabeça da oração as conjunções adversativas porém, todavia,contudo, entretanto (com valor adversativo) e a locução conjuntiva no entanto, só se usa vírgula antes da ocorrência de tais palavras:

1) «Pode enviar nova versão, no entanto a publicação ficará atrasada.»

Apesar disso, deve observar-se que, ao contrário de mas, o estatuto de conjunção atribuído pela gramática tradicional às outras palavras é discutível e, por isso, Evanildo Bechara (Moderna Gramática Portuguesa, 2003, pág. 322) prefere chamar-lhes advérbios textuais ou discursivos. Em Portugal, o Dicionário Terminológico inclui-os mesmo numa subclasse advérbios, a dos advérbios conectivos. Tendo em conta esse carácter adverbial, é aceitável que porém, todavia, contudo e no entanto surjam entre vírgulas, mesmo no começo de uma oração, situação impossível com mas (o asterisco marca pontuação inaceitável):

2) (a) «Pode enviar nova versão, contudo, a publicação ficará atrasada.»

(b) *«Pode enviar nova versão, mas, a publicação ficará atrasada

Date: 30/05/2018

CERTO

Adversativas: ligam duas orações ou palavras, expressando ideia de contraste ou compensação. São elas:mas, porém, contudo, todavia, entretanto, no entanto, não obstante.

Por exemplo:

Tentei chegar mais cedo, porém/no entanto não consegui.


Date: 30/05/2018

A substituição do mas por no entanto é possível, pois em ambos possuem o sentido de adversidade, logo não alterara o sentido da frase.

Date: 30/05/2018

Relações de Oposição: A ideia de oposição pode ser basicamente expressa por dois grupos de conectivos em português, embora haja nuances sintáticas e semânticas que os diferem: A coordenação adversativa e a subordinação concessiva.

Mas, porém, todavia, contudo, entretanto, no entanto: Articulação de adversidade, questão acima.

2014_08_25_53fb21594d580.jpg

Acerca dos aspectos estruturais e interpretativos do texto acima, julgue os itens a seguir.

O vocábulo “Portanto” (l.15) poderia ser substituído pela expressão Não obstante, sem prejuízo do sentido original do texto.

Date: 30/05/2018

Quesdtão errada.

 

Não obstante é uma locução conjuntiva cujo significado se refere a uma situação de oposição a uma outra ideia apresentada, mas que não impede sua concretização. É sinônimo de "apesar de", "conquanto", "contudo", "a despeito de", "nada obstante".

e "Portanto" é uma locução conjuntiva conclusiva, liga a oração anterior a uma oração que expressa idéia de conclusão ou consequência. 

Date: 30/05/2018

Basta substituir não obstante por porém.

Portanto dar uma ideia de conclusão.

Date: 30/05/2018

Ao contrário do que o colega Mauricio afirmou, Não obstante não pode ser substituído por porém, haja vista que o primeiro é conjunção subordinada adverbial concessiva e o segundo é uma conjunção coordenada adversativa. !

Date: 30/05/2018

Não obstante e porém são ambas conjunções coordenativas adversativas. Podem ser substituídas sim.

Date: 30/05/2018

É como "apesar de", "apesar disso", "contudo", "a despeito de", "nada obstante".

1. "Conduziu a uma velocidade acima da permitida por lei, não obstante, não conseguiu chegar a tempo".

2. "Não obstante( contudo,apesar disso, nada obstante) os argumentos apresentados pelo grupo de funcionários, o chefe prosseguiu com o seu plano .

Date: 30/05/2018

"Portanto" é conclusão, "não obstante" é adversidade.

Date: 30/05/2018

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS ADVERSATIVAS

MAS

PORÉM

TODAVIA

NÃO OBSTANTE ...

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS CONCLUSIVAS

LOGO

POIS (depois de verbo)

PORTANTO ...

PORTANTO (repare que estou concluindo tudo que falei) UMA CONJUNÇÃO ADVERSATIVA NÃO PODE SUBSTITUIR UMA CONJUNÇÃO CONCLUSIVA.

Date: 30/05/2018

Alguns colegas se confundiram entre conjunções concessivas e adversativas.

Concessivas:

MESMO QUE, POR MAIS QUE, AINDA QUE, AINDA QUANDO, QUANDO MESMO, SE BEM QUE, EMBORA, CONQUANTO, POSTO QUE, POR MUITO QUE, APESAR DE QUE, QUE, MALGRADO, DADO QUE, SUPOSTO QUE.

Adversativas:

MAS, ENTRETANTO, NO ENTANTO, PORÉM, TODAVIA, CONTUDO, NÃO OBSTANTE, ENTRETANTO.

Conclusivas:

LOGO, PORTANTO, POR ISSO, ASSIM, POR CONSEGUINTE, ENTÃO.

Date: 30/05/2018

Questão errada.

"Portanto" é uma locução conjuntiva conclusiva, liga a oração anterior a uma oração que expressa idéia de conclusão ou consequência.

Não obstante é locução conjuntiva, cujo significado refere-se a uma situação de oposição a uma outra ideia apresentada. Pode ser substituida por "apesar de", "conquanto", "contudo", "a despeito de", "nada obstante".


Date: 30/05/2018

Não obstante seria o mesmo de "apesar de"

Date: 30/05/2018

ADVERSATIVAS:

Indicam essencialmente uma ideia de adversidade, oposição, contraste; também ressalva, quebra de expectativa, compensação, restrição.

mas - não obstante
porém - só que
contudo - senão (= mas sim)
todavia - agora
entretanto - antes
no entanto - ainda assim

Fernando Pestana "A Gramática, 1ª edição, página 521

__________________________________________________________________

CONCLUSIVAS:

Exprimem ideia de conclusão ou consequência.

logo - pois
portanto - por conseguinte
por isso - então
assim - em vista disso

Fernando Pestana "A Gramática, 1ª edição, página 525

Date: 30/05/2018

O bom mesmo é ter todas as conjunções em mente

Date: 30/05/2018

Portanto: Conclusão

Não obstante: adversativa

Date: 30/05/2018

Portanto:

Introduz uma oração coordenada que contém a conclusão de um raciocínio ou exposição de motivos anterior; logo, por conseguinte, consequentemente, por isso, assim sendo, desse modo, pois.

Não obstante:

É uma locução conjuntiva cujo significado se refere a uma situação de oposição a uma outra ideia apresentada, mas que não impede sua concretização. É sinônimo de "apesar de", "conquanto", "contudo", "a despeito de", "nada obstante".

Date: 30/05/2018

Não obstante pode ser conjunção:

  • coordenada adversativa (verbo no indicativo) ou
  • subordinada concessiva (verbo no subjuntivo)

De acordo com o Professor Fernando Pestana

2017_08_25_59a06daecdf1a.png

O período “Terminada a aula, os meninos faziam fila junto à dona Clotilde, pedindo para carregar sua pasta." (l. 58-59) pode ser reescrito, mantendo-se o sentido original e respeitando-se os aspectos de coesão e coerência, da seguinte forma: