O Questões Grátis disponibiliza mais de 600 MIL questões, de forma GRATUITA e SEM LIMITAÇÕES.

Instale o App Questões Grátis e estude melhor! No App você pode salvar os filtros, gerar estatísticas, e muito mais. Os botões para baixar o App se encontram no topo do site.

Logo abaixo você encontra milhares de questões. Para refinar sua busca, aplique os filtros desejados (buscar por disciplina, banca, cargo, ano...). Caso deseje excluir os filtros, clique em “Limpar Filtro”.

Para estudar, aplique os FILTROS abaixo:

A respeito dos fundamentos da arquivologia, julgue o item a seguir.

Os arquivos setoriais cumprem funções de arquivo permanente.

Date: 03/06/2018

Cumprem função CORRENTE

Date: 03/06/2018

Vamos supor uma empresa C.

A empresa C possui diversos setores na unidade dela, e cada setor guarda seus arquivos de forma desconcentrada.

Date: 03/06/2018

Os arquivos setorias são aqueles que estão localizados próximos aos seus produtores, ou seja, esses arquivos guardam os documentos próximos aos interessados diretos para facilitar e agilizar a sua localização e utilização.

Os arquivos centrais ou gerais são aqueles que guardam todos os documentos de uma entidade em um só lugar.

É importante ressaltar que esta classificação aplica-se somente aos arquivos correntes, isto é, somente esses podem ser divididos em setorial e central.

Date: 03/06/2018
Somente em arquivos Correntes

Quanto ao ciclo de vida, os arquivos são classificados como:

Date: 03/06/2018

Ciclo de Vida - Teoria das Três Idades: Corrente, Intermediário e Permanente.

No que se refere à arquivística e a tipos de arquivamento, julgue o próximo item.

De acordo com a teoria das três idades, o arquivo poderá ser classificado como corrente, intermediário e morto. O arquivo morto é o arquivo que já cumpriu sua função administrativa e é conservado em virtude de seu valor histórico para a organização.

Date: 03/06/2018

Errado

A Teoria das três idades é baseada no Ciclo vital dos documentos, segundo o qual, os mesmos passam por três fases: corrente, intermediária e permanente.

  • Arquivo corrente (Primeira idade) Segundo o Dicionário de Terminologia Arquivística (D.T.A.) de 1996, página 6, é o "conjunto de documentos estritamente vinculados aos objetivos imediatos para os quais foram produzidos e recebidos no cumprimento de atividades fim e meio e que se conservam junto aos órgãos produtores em razão de sua vigência e da freqüência com que são por eles consultados". Essa idade corresponde a produção do documento, sua tramitação, a finalização do seu objetivo e a sua guarda.
  • Arquivo Intermediário (Segunda idade): "Conjunto de documentos originários de arquivo corrente, com uso pouco freqüente, que aguardam, em depósito de armazenamento temporário, sua destinação final" (D.T.A. 1996, p. 7). Os documentos são ainda conservados por razões administrativas, legais ou financeiras. É uma fase de retenção temporária que se dá por razões de precaução.
  • Arquivo permanente (Terceira idade): "Conjunto de documentos custodiados em caráter definitivo, em função do seu valor" (D.T.A. 1996, p. 8). Constitui-se de documentos produzidos em geral há mais de 25 anos pelas instituições administrativas públicas ou privada
  • Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Arquivo


Date: 03/06/2018

O fato de ser de direito publico ou privado diz respeito à criação dessa pessoa jurídica. Como sua criação é autorizada por lei e logo após feito o registro para a criação, ela é pessoa jurídica de direito privado.

O capital é exclusivo da união porque se trata de uma empresa pública FEDERAL.

AFIRMATIVA CORRETA

Date: 03/06/2018

Não existe arquivo morto. Na teoria das três idades,os arquivos podem ser Correntes, Intermediários e Permanentes

Date: 03/06/2018

Gabarito: ERRADO

CORRETO: De acordo com a teoria das três idades, o arquivo poderá ser classificado como corrente, intermediário e PERMANENTE. O arquivo PERMANENTE é o arquivo que já cumpriu sua função administrativa e é conservado em virtude de seu valor histórico para a organização.

Acerca da gestão arquivística de documentos, julgue o item.

Quando se envia documentos dos arquivos correntes para o arquivo intermediário, realiza-se atividade de transferência.

Date: 03/06/2018

ARQUIVOS = Corrente - transferencia - Intermediario - recolhimento - Permanente

Date: 03/06/2018

Gabarito: Certo

Passagem do correte para o intermediário = TRANSFERÊNCIA

Passagem do corrente ou intermediário para o permanente = RECOLHIMENTO

Assinale a alternativa que identifica uma das atividades desenvolvidas nos arquivos correntes.

No que se refere à política nacional de arquivos públicos e privados, julgue o item subsequente.

Os documentos públicos são identificados como correntes, intermediários e permanentes.

Date: 03/06/2018

EI No 8.159, DE 8 DE JANEIRO DE 1991.


Dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e dá outras providências.

CAPÍTULO II

DOS ARQUIVOS PÚBLICOS

Art. 8º - Os documentos públicos são identificados como correntes, intermediários e permanentes.

§ 1º - Consideram-se documentos correntes aqueles em curso ou que, mesmo sem movimentação, constituam objeto de consultas freqüentes.

§ 2º - Consideram-se documentos intermediários aqueles que, não sendo de uso corrente nos órgãos produtores, por razões de interesse administrativo, aguardam a sua eliminação ou recolhimento para guarda permanente.

§ 3º - Consideram-se permanentes os conjuntos de documentos de valor histórico, probatório e informativo que devem ser definitivamente preservados.

Art. 9º - A eliminação de documentos produzidos por instituições públicas e de caráter público será realizada mediante autorização da instituição arquivística pública, na sua específica esfera de competência.

Art. 10º - Os documentos de valor permanente são inalienáveis e imprescritíveis.


http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8159.ht...

Date: 03/06/2018

Teoria das 3 idades:

• Arquivo corrente: devem estar localizados próximo ao produtor / administrados

Documento ainda vigente, muito usado pela administração (ativo)

• Arquivo intermediário: pouca utilização administrativa, aberto à pesquisa, localização em lugar afastado e de manutenção barata.

Armazenamento temporário e pouco usado pela administração (semi-ativo)

• Arquivo permanente: pouquíssima utilização pela administração, localizado próximo à universidades e/ou centros culturais.

Documentos custodiados definitivamente em função do seu valor [histórico] (acesso público)

A Arquivologia adota a Teoria das 3 idades para classificar os estágios ou as fases distintas pelas quais passam os documentos dentro uma instituição, são elas, respectivamente.

Date: 02/06/2018

de acordo com arquivologia da classificação do estágio.

C - corrente

I -intermediário

P. - permanente

Date: 02/06/2018

Teoria das Três Idades

A teoria das três idades divide os documentos em 3 tipos, de acordo com o tempo de vida. Essa teoria determina a aplicação do arquivo e a destinação de cada documento.

  • Corrente: É arquivo ativo, de uso frequente, geralmente uso administrativo. E a única idade obrigatória pela qual passam todos documentos, que podem migrar tanto para fase intermediaria, quanto para fase permanente.
  • Intermediário: É arquivo semi-ativo, de uso administrativo. É o limbo, na qual os documentos tanto podem voltar para a fase corrente, como migrar para a fase permanente.
  • Permanente: É arquivo inativo, de valor histórico, que será recolhido. Jamais será eliminado, emprestado ou passará para fases anteriores.

Gabarito: Letra "A"

Date: 02/06/2018

Teoria das 3 idades:

• Arquivo corrente: devem estar localizados próximo ao produtor / administrados

Documento ainda vigente, muito usado pela administração (ativo)

• Arquivo intermediário: pouca utilização administrativa, aberto à pesquisa, localização em lugar afastado e de manutenção barata.

Armazenamento temporário e pouco usado pela administração (semi-ativo)

• Arquivo permanente: pouquíssima utilização pela administração, localizado próximo à universidades e/ou centros culturais.

Documentos custodiados definitivamente em função do seu valor [histórico] (acesso público)

O arquivo que guarda documentos que, mesmo não sendo de uso frequente pelos setores que os produziram, podem ainda ser solicitados para tratar de assuntos que guardam relação com seu conteúdo. Esse arquivo denomina-se:

Date: 02/06/2018

o que presume a classificação

ARQUIVOS INTERMEDIÁRIO.

Date: 02/06/2018

Art. 8º - Os documentos públicos são identificados como correntes, intermediários e permanentes.

§ 2º - Consideram-se documentos intermediários aqueles que, não sendo de uso corrente nos órgãos produtores, por razões de interesse administrativo, aguardam a sua eliminação ou recolhimento para guarda permanente.

Date: 02/06/2018

- Corrente ou de 1ª idade: documentos em curso ou freqüentemente consultados e de uso exclusivo da fonte geradora. Seu uso se caracteriza pelo valor primário dos documentos, isto é, atender as finalidades de sua criação.

- Intermediário ou de 2ª idade: documentos que deixaram de ser freqüentemente consultados, mas que ainda podem ser solicitados. A permanência dos documentos em arquivos intermediários é temporária.

- Permanente ou de 3ª idade: documentos que já cumpriram as finalidade de sua criação, mas são preservados em razão de seu valor probatório, informativo, cultural, de pesquisa, (valor secundário).

Gabarito: Letra "B"

A respeito da avaliação de documentos de arquivo, julgue os itens

que se seguem.

À medida que os documentos são mais utilizados, cresce o seu valor primário.

Date: 02/06/2018

Valor primário define-se como sendo a qualidade de um documento baseado nas suas utilizações imediatas, administrativos,financeiras ou legais, que lhe deram seus criadores, ou seja, a produção do documento equivale aos motivos de sua criação e utilização. Logo, não cresce com o passar do tempo.

Gabarito : Errado

Date: 02/06/2018

Complementando...

Valor administrativo: O valor administrativo, também chamado de primário, refere-se ao valor que o documento apresenta para o funcionamento da instituição. É o valor pelo qual o documento foi criado (todo documento nasce com um objetivo administrativo) e por isso está presente em todo documento quando de sua criação. É um valor temporário, ou seja, todo documento, em determinado momento de sua existência, perderá seu valor administrativo, quando atingir todas as finalidades que se possam esperar do mesmo para o funcionamento da instituição. Este valor também é chamado, por alguns autores, de valor funcional, em virtude de suas características.

Fonte: Giovanna Carranza.

Date: 02/06/2018

Questão do tipo "criação da CESPE". Particularmente não gosto desse tipo de questão que pretende surpreender o candidato não pelo que ele deixou de estudar, mas pela associação de interpretação. Veja:

" À medida que os documentos são mais utilizados", alguns candidatos, certamente devem ter imaginado que tratava da frequência de uso, contudo, o item infere-se do transcurso do documento e assim, de fato, conforme o documento vai sendo utilizado, vai perdendo seu valor primário, pois o processo vai estendendo à uma conclusão sendo posteriormente arquivado ou eliminado. Assim não há o que falar que após a produção do documentos, ele possa aumentar o seu valor primário, pois assim que produzido um documento possui total direcionamento para servir à Administração, vindo ao transcorrer do processo perder esse valor.

Errei essa questão! Espero não escorregar novamente na mesma "casca de banana".

Date: 02/06/2018

Acertei analisando da seguinte forma: na literatura não existe classificação (ou nível, ou grau) do valor primário. Pelo menos ainda não o vi. Conclui que a assertiva estava errada.


Date: 02/06/2018

A transferência dos documentos dos arquivos correntes para os arquivos intermediários justifica-se pela diminuição do valor primário dos documentos.

Date: 02/06/2018

Assertiva ERRADA.

Galera, o que ocorre na prática é exatamente o contrário do que a questão propõe. Pensem comigo: Um documento, por regra, já nasce com valor primário, o qual será CORRENTE (MAIOR VALOR PRIMÁRIO) podendo ser transferido para o arquivo INTERMEDIÁRIO (documentos com MENOR VALOR PRIMÁRIO, se comparados com os CORRENTES). Ou seja, a tendência natural é que, à medida que os documentos vão sendo utilizados, no dia-a-dia da empresa, o seu valor primário vai prescrevendo até que vá para o arquivo PERMANENTE ou seja eliminado. Sendo assim, não haveria muita lógica se essa questão estivesse certa!

Espero ter ajudado com meu comentário!

Date: 02/06/2018

Não cresce permanece como arquivo corrente.

Bons estudos!

Date: 02/06/2018

O valor primário do documento é sua importância para a atividade que o gerou. Esse valor é a própria razão de existir do documento.


À medida em que o tempo passa e a atividade é concretizada, o documento vai perdendo sua importância administrativa, ou seja, seu valor primário vai decrescendo, até chegar o momento em que este será nulo (momento em que o documento deve ser destinado).

Portanto o item está incorreto.

comentários do Prof.Mayko Gomes , Professor de Arquivologia do QC.


Prova: CESPE - 2011 - EBC - Técnico - AdministraçãoDisciplina: Arquivologia | Assuntos: Gestão de Documentos / Arquivos Corrente e Intermediário;

Documentos com alta frequência de uso ou com grande possibilidade de uso fazem parte de um arquivo corrente.

GABARITO: CERTA.

Prova: CESPE - 2014 - Polícia Federal - Agente AdministrativoDisciplina: Arquivologia

A transferência dos documentos dos arquivos correntes para os arquivos intermediários justifica-se pela diminuição do valor primário dos documentos.

GABARITO: CERTA.


Seguindo a Tabela de Temporalidade e Destinação de Documentos

de Arquivo Relativos às Atividades-Fim das Instituições Federais

de Ensino Superior – IFES, relacione a destinação final ao

assunto/tipo de documento:

(1) Eliminação

(2) Guarda permanente

( ) Formatura

( ) Calendário acadêmico

( ) Publicação. Divulgação

( ) Reformulação curricular

( ) Verificação de autenticidade

( ) Matrícula semestral em disciplinas

A sequência correta é

Date: 02/06/2018

Questão sem nexo. Mal elaborada: a maioria dos itens mencionados são ATOS e não assuntos ou tipos de documentos. Em um ato específico podem ter documentos a serem eliminados e outros arquivados permanentemente.

???????????????????????????????????

Date: 02/06/2018

A sequência correta é letra B.

(1) Eliminação

(2) Guarda permanente

(1) Formatura

(2) Calendário acadêmico

(2) Publicação. Divulgação

(2) Reformulação curricular

(1) Verificação de autenticidade

(1) Matrícula semestral em disciplinas

Realmente questão sem nexo?????

Date: 02/06/2018

A questão é específica para o concurso das IFs.

E os assuntos/tipos documentais estão muito genéricos.

Date: 02/06/2018

Se for assim, o IF tem que disponibilizar algum tipo de documento para que as pessoas estudem, isso é regimento interno, ninguém tem como saber o que eles eliminam ou guardam.